acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indicadores

Preço da energia cai mais de 40% em junho

15/07/2013 | 12h06

 

O preço da energia elétrica de fonte convencional para entrega no mês de junho para o submercado Sudeste/Centro-Oeste encerrou o período de negociação na plataforma BRIX, de 8 de junho a 5 de julho, a R$ 207,62 MWh (reais por megawatt hora), baixa de 41,9% em comparação ao patamar de fechamento do mês anterior. Este valor é determinado pela somatória do índice BRIX Convencional e do Preço de Liquidação das Diferenças da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), agora chamado PLD1 por conta da Resolução nº 003/2013 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).
Em média, a energia elétrica de fonte convencional para entrega no mês de junho (submercado SE-CO) foi negociada na plataforma BRIX a R$ 198,47 MWh. “Durante o mês de junho, as chuvas contribuíram para acentuada redução do preço da energia no curto prazo”, comenta Marcelo Mello, CEO da BRIX. “A tendência de queda segue para os contratos do mês em curso (julho), no qual os negócios para entrega spot têm sido fechados no patamar de R$ 135,00 a R$ 140,00 MWh”, destaca.
“Por conta das liminares contra a Resolução nº 03/2013 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que trouxeram grande indefinição ao PLD, também verificamos que os agentes do mercado livre preferiram negociar seus contratos a preço fixo no mês de junho”, acrescenta o executivo.
Neste contexto, o índice BRIX Convencional, que evidencia o prêmio sobre o PLD1 negociado na plataforma para energia de fonte convencional, permaneceu estável encerrando o período de 8 de junho a 5 de julho em R$ 12,00 MWh, com ligeira baixa de 2%.
Já o índice BRIX Incentivada 50, que representa o preço de energia negociado na plataforma para contratos de fonte incentivada com 50% de desconto na Tarifa de Uso dos Sistemas Elétricos de Distribuição (TUSD), registrou uma variação maior no período de 8 de junho a 5 de julho e fechou em R$ 220,00 MWh, baixa de 41,20% ante o valor de fechamento do mês anterior.

O preço da energia elétrica de fonte convencional para entrega no mês de junho para o submercado Sudeste/Centro-Oeste encerrou o período de negociação na plataforma BRIX, de 8 de junho a 5 de julho, a R$ 207,62 MWh (reais por megawatt hora), baixa de 41,9% em comparação ao patamar de fechamento do mês anterior. Este valor é determinado pela somatória do índice BRIX Convencional e do Preço de Liquidação das Diferenças da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), agora chamado PLD1 por conta da Resolução nº 003/2013 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).


Em média, a energia elétrica de fonte convencional para entrega no mês de junho (submercado SE-CO) foi negociada na plataforma BRIX a R$ 198,47 MWh. “Durante o mês de junho, as chuvas contribuíram para acentuada redução do preço da energia no curto prazo”, comenta Marcelo Mello, CEO da BRIX. “A tendência de queda segue para os contratos do mês em curso (julho), no qual os negócios para entrega spot têm sido fechados no patamar de R$ 135,00 a R$ 140,00 MWh”, destaca.


“Por conta das liminares contra a Resolução nº 03/2013 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que trouxeram grande indefinição ao PLD, também verificamos que os agentes do mercado livre preferiram negociar seus contratos a preço fixo no mês de junho”, acrescenta o executivo.


Neste contexto, o índice BRIX Convencional, que evidencia o prêmio sobre o PLD1 negociado na plataforma para energia de fonte convencional, permaneceu estável encerrando o período de 8 de junho a 5 de julho em R$ 12,00 MWh, com ligeira baixa de 2%.


Já o índice BRIX Incentivada 50, que representa o preço de energia negociado na plataforma para contratos de fonte incentivada com 50% de desconto na Tarifa de Uso dos Sistemas Elétricos de Distribuição (TUSD), registrou uma variação maior no período de 8 de junho a 5 de julho e fechou em R$ 220,00 MWh, baixa de 41,20% ante o valor de fechamento do mês anterior.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar