acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Comperj

Pólo petroquímico em debate no Rio

26/06/2006 | 00h00

A implantação do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj) na região Leste Fluminense será tema de discussões no próximo dia 14, durante a Jornada de Municípios, na Câmara dos Vereadores de Tanguá. Durante o encontro será discutirá a instalação da nova refinaria da Petrobras no Estado e suas conseqüências para o desenvolvimento da região.
Segundo o vice-presidente da Associação Brasileira de Municípios, o ex-prefeito de Niterói Waldenir Bragança, o objetivo da reunião é prever os problemas que surgirão com a construção do Comperj e antecipar soluções para garantir, de forma duradoura e sustentável, a implantação do projeto.
"Temos como meta debater todos os campos de infra-estrutura necessários para o sucesso da refinaria e da região. Objetivamos abordar temas como: abastecimento de água potável, saneamento, assistência na área de Saúde, transporte de massa, segurança e educação no trabalho", afirmou Bragança.
Entre as questões centrais a serem discutidas no encontro, ganhará destaque a implantação de políticas habitacionais nas cidades envolvidas direta e indiretamente com a implantação do pólo petroquímico. Outro assunto que será explorado durante a Jornada dos Municípios será a criação de um conselho para Educação do futuro, que deverá ministrar aulas sobre conscientização no trabalho e tem como objetivo a minimização de acidentes trabalhistas.
Seminário apontará propostas e recomendações
Durante o seminário será elaborada a "Carta Municipalista de Tanguá", que conterá propostas, sugestões e recomendações para o desenvolvimento do Leste Fluminense do Rio de Janeiro, que abrigará o Complexo Petroquímico da Petrobras. O documento será encaminhado à Presidência da República e ao Senado.
A organização do encontro convidou o Ministro das Cidades, Márcio Fortes, e prefeitos e vereadores dos municípios ligados, direta ou indiretamente, à refinaria. Além disso, também convocou representantes da Petrobras, Caixa Econômica Federal e universidades e empresários. Também estão sendo aguardados secretários do governo estadual, deputados e senadores.
Votação - A jornada será encerrada com a eleição da nova diretoria da Associação Brasileira de Municípios, que deverá comandar a entidade até 2009.



Fonte: O Fluminense
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar