acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Incêndio

Plataforma P-50 retoma operação plena

10/07/2007 | 00h00

A Petrobras informou ontem que a produção da plataforma P-50 foi retomada na tarde do último sábado, após três dias operando parcialmente em função de um incêndio ocorrido na quarta-feira passada. De acordo com a estatal, foi retomado o patamar de 160 mil barris/dia verificado na véspera do acidente.

O incêndio atingiu a sala de transformadores dos compressores de gás da P-50, situada no Campo de Albacora Leste, na Bacia de Campos. Segundo a companhia, não houve vítimas e tampouco vazamento de óleo para o mar. Foram registrados apenas danos materiais.

"A retomada da plena produção ocorreu após o término das operações de limpeza na sala de transformadores e da completa verificação dos demais sistemas da unidade, que se encontram totalmente operacionais", informou a empresa, por meio de nota.

Denominada pela Petrobras como a "plataforma da auto-suficiência", foi com a entrada em produção da P-50 que a produção nacional de petróleo superou a demanda. Com capacidade para produzir até 180 mil barris de óleo/dia e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural/dia , por meio da interligação a 32 poços, dos quais 17 produtores e 15 injetores.

As refinarias da Petrobras registraram, no último dia 25 de junho, recorde diário na carga processada nas unidades de coqueamento. Foram verificados 23.088 metros cúbicos de carga processada, suplantando o número anterior, de 23.036 metros cúbicos, constatado em 19 de abril deste ano.

O coque verde de petróleo é obtido a partir do resíduo de vácuo de petróleo processado na Unidade de Coqueamento Retardado. Além de coque, essa planta também produz diversos derivados combustíveis, como GLP, Nafta e Diesel.

A Petrobras produz coque verde nos graus anodo e combustível, ambos com baixo teor de enxofre. O coque grau anodo é aplicado como matéria-prima na manufatura de anodos para produção de alumínio ou de dióxido de titânio. O coque grau combustível é utilizado nas indústrias de siderurgia, fundição, papel e celulose, cimento, cerâmica, cal, termelétricas entre outras.



Fonte: Jornal do Commércio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar