acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pernambuco

Plano Plurianual complementará infra-estrutura da Refinaria Abreu e Lima e do Estaleiro Atlântico

19/09/2007 | 00h00
O Porto de Suape quer incluir no Plano Plurianual (PPA) do governo federal o custo de duas dragagens que deverão ser realizadas para complementar a infra-estrutura da Refinaria Abreu e Lima e do Estaleiro Atlântico Sul. Os empreendimentos estão se instalando em Suape. As obras têm um custo estimado de R$ 200 milhões.

“Se estas obras forem incluídas no PPA, já podemos iniciar as licitações”, disse ontem o diretor de engenharia e meio ambiente do Porto de Suape, Ricardo Padilha, acrescentando que a concorrência só poderá começar, quando houver uma previsão de recursos para o pagamento do serviço.

As áreas a serem dragadas são: o canal de acesso do porto e a bacia de evolução, além do braço norte da Ilha de Tatuoca. A dragagem deste último local tem um custo estimado de R$ 75 milhões e é necessária para aumentar a profundidade no lugar por onde vão passar os navios que serão construídos pelo estaleiro. A obra deve ser concluída até junho de 2008.

Já a dragagem da bacia de evolução e do canal de acesso tem um custo estimado de R$ 120 milhões e deve ser finalizada no segundo semestre de 2010. Depois disso, a área vai receber grandes navios petroleiros, que precisam de uma profundidade maior do que a existente hoje.

Segundo Padilha, a expectativa de Suape é conseguir uma parte dos recursos que a Secretaria Nacional dos Portos vai disponibilizar exclusivamente para a realização de dragagens. A Secretaria tem um orçamento superior a R$ 1 bilhão para fazer dragagens. A verba está sendo disputada por vários portos do País.

Fonte: Jornal do Commercio/PE

Fonte: Jornal do Commercio/
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar