acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Pipeline

PipeWay intensifica internacionalização e participa de nova tecnologia de PIG

19/10/2005 | 00h00

A PipeWay Engenharia, oriunda da incubadora de empresas da PUC-RJ e especializada em inspeção de dutos de petróleo e gás, aprofunda seu processo de internacionalização, até então baseado em parcerias internacionais. O primeiro escritório da empresa fora do Brasil foi aberto há duas semanas, na Argentina.

O diretor presidente da PipeWay, José Augusto Pereira da Silva, informa, ainda, que a empresa se prepara para estabelecer bases operacionais em outros países, inclusive fora da América do Sul. Segundo Silva, a PipeWay está analisando o potencial de alguns países.

A PipeWay é a empresa licenciada para a comercialização de vários modelos de PIG, um equipamento de limpeza de dutos, que começou a ser desenvolvido no Brasil há 15 anos, através de uma parceria tecnológica entre o Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes) e o Centro de Tecnologia da PUC-RJ (Cetuc).

O modelo mais recente de PIG, ainda em desenvolvimento, é o PIG Espinho que é direcionado à inspeção de tubulação de produção de petróleo e gás em águas profundas. "É um projeto muito direcionado às condições existentes no Brasil, para inspecionar em áreas onde há dificuldade de acesso", diz o engenheiro da área de inspeção do Cenpes Cláudio Camerini.

Segundo o engenheiro, o projeto é altamente inovador e tem uma patente conjunta da Petrobras e da PipeWay. O projeto está sendo desenvolvido há dois anos e consumiu o investimento de R$ 4 milhões,feito pela Petrobras. 

O histórico da parceria Cenpes-PUC-PipeWay, no entanto, começa em 1997, quando a empresa foi licenciada para comercializar o primeiro modelo de PIG desenvolvido no Brasil, o PIG Geométrico. Em 2002, a empresa também recebeu a licença do PIG-Magnético, que detecta a corrosão nos dutos.

Nesta edição do Global Pipeline Award 2005, a premiação concedida pela ASME - American Society of Mechanical Engineers durante o evento, contemplou o projeto PUC-Petrobras com a terceira colocação como projeto inovador nos últimos dois anos. Segundo o engenheiro da área de inspeção do Cenpes, Cláudio Camerini, a premiação foi referente a todo o histórico do desenvolvimento da tecnologia.

O vencedor do prêmio foi a empresa canadense Transcanadá. Outros vencedores foram a Tokyo Gas, a Petrobras, com o projeto do PE-3, e outra canadense, a Embridge.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar