acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Serviços

PiD fecha contrato para atuar na P-54

21/09/2006 | 00h00

A empresa gaúcha PiD, que recentemente reforçou sua presença no Sudeste com a inauguração de uma unidade no Espírito Santo, acaba de fechar um negócio de prestação de serviços na plataforma P-54.

A PiD, que é especializada em serviços de instrumentação, elétrica e mecânica industrial, foi contratada pelo estaleiro Mauá-Jurong, responsável pela construção da unidade, e será responsável pela inspeção do recebimento de equipamentos, pela calibração de válvulas (incluindo as de segurança) e instrumentos, e pelo teste de malhas. O serviço vai durar três meses e envolver cerca de 70 funcionários.

Para o diretor da PiD, Marcos Barão, o contrato tem importância estratégica porque coloca a empresa na vitrine das grandes empresas prestadoras de serviços para os segmentos de petróleo e gás. “O trabalho na P-54 será fundamental para que a PiD possa consolidar sua participação no mercado offshore”, avalia.

Segundo ele, os resultados dos serviços anteriores para o estaleiro foram determinantes para a escolha da PiD. A parceria das empresas existe desde dezembro de 2004 e, entre os trabalhos mais recentes, destacam-se as atividades na plataforma P-50, que garantiu a auto-suficiência brasileira em petróleo.

“A PiD foi contratada pelo estaleiro Mauá Jurong para garantir a conclusão do comissionamento dentro do prazo requerido pela Petrobras”, conta Barão. O trabalho, que durou 15 meses, envolveu inspeção de recebimento, calibração de instrumentos, manutenção e testes de válvulas, teste de malhas, entre outras atividades.

Segundo informações da Petrobras, a P-54 é uma das maiores do mundo e exigiu investimentos de cerca de US$ 900 milhões. A Unidade do tipo FPSO terá capacidade de processar diariamente 180 mil barris de petróleo e comprimir 6 milhões de metros cúbicos de gás natural. A P-54 será instalada no campo de Roncador, na Bacia de Campos, e ficará interligada, a uma profundidade de 1,4 km, a 21 poços submarinos – 13 produtores de óleo e gás e oito injetores de água.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar