acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Resinas

Petroquímica Suape recebe terreno hoje

20/12/2006 | 00h00

A Petroquímica Suape, empresa que vai construir uma fábrica de PTA no Estado, assina hoje a escritura do terreno numa solenidade que vai ocorrer no Palácio do Campo das Princesas, às 17h30. “A unidade deve estar em funcionamento em julho de 2009”, comentou o gerente de comunicação e relações externas da Petroquímica Suape, Augusto Franklin Dantas Caldas. O PTA é usado para fabricar embalagens PET e também para a produção de fios de poliéster. O investimento para a implantação do empreendimento é de US$ 540 milhões.

A expectativa da empresa é de iniciar as obras civis no primeiro semestre de 2007. “Com o terreno e a licença ambiental, podemos iniciar os serviços de terraplenagem”, contou Caldas. A construção da fábrica vai gerar 3 mil postos de trabalho.

Depois que a unidade entrar em operação, ela vai empregar 500 trabalhadores. A fábrica deverá produzir cerca de 550 mil toneladas de PTA por ano. “Estamos analisando a melhoria de eficiência e a planta poderá produzir até 600 mil toneladas anuais.

A Petroquímica Suape é formada pela Petroquisa, que é uma subsidiária da Petrobras para o setor petroquímico, e pela Companhia Integrada Têxtil do Nordeste (Citene), que tem como sócias o Grupo Vicunha e as empresas FIT e Polyenka, ambas do setor têxtil.

A implantação da fábrica de PTA contribuirá para a consolidação de outro projeto, que prevê a fabricação de filamentos têxteis em Pernambuco.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar