acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Petrolífera Cnooc busca US$ 6 bilhões para comprar a canadense Nexen

26/09/2012 | 12h17

 

A petrolífera estatal chinesa Cnooc, que em julho propôs a compra da canadense Nexen, por US$ 15,1 bilhões, busca um empréstimo de US$ 6 bilhões, com pagamento em um ano, para financiar a compra, afirmam pessoas com conhecimento direto sobre o assunto.
A Cnooc, maior companhia offshore da China em produção, convidou cerca de 15 bancos para participar do empréstimo, que pode oferecer um rendimento (yield) de menos de 1,5% ao ano, disse uma das pessoas.
Bancos americanos, europeus e chineses participam da rodada de negociações, mas grandes investidores japoneses, que costumam estar envolvidos em acordos de crédito, não foram convidados desta vez, disse a fonte.
Os bancos terão até meados de outubro para divulgar o valor que poderão emprestar para a Cnooc, disse a fonte.
Na última semana, um tribunal canadense aprovou o negócio. O acordo ainda precisa do aval dos governos do Canadá, China e Estados Unidos, mas a estatal espera que a compra seja concluída no quarto trimestre.
A aquisição da Nexen permitirá que a Cnooc garanta reservas de petróleo e gás no oeste do Canadá, no Mar do Norte, no Golfo do México e na Nigéria. A Cnooc estima que a produção seja elevada em 20% com os novos ativos e elevar as atuais reservas em quase um terço.

A petrolífera estatal chinesa Cnooc, que em julho propôs a compra da canadense Nexen, por US$ 15,1 bilhões, busca um empréstimo de US$ 6 bilhões, com pagamento em um ano, para financiar a compra, afirmam pessoas com conhecimento direto sobre o assunto.


A Cnooc, maior companhia offshore da China em produção, convidou cerca de 15 bancos para participar do empréstimo, que pode oferecer um rendimento (yield) de menos de 1,5% ao ano, disse uma das pessoas.


Bancos americanos, europeus e chineses participam da rodada de negociações, mas grandes investidores japoneses, que costumam estar envolvidos em acordos de crédito, não foram convidados desta vez, disse a fonte.


Os bancos terão até meados de outubro para divulgar o valor que poderão emprestar para a Cnooc, disse a fonte.


Na última semana, um tribunal canadense aprovou o negócio. O acordo ainda precisa do aval dos governos do Canadá, China e Estados Unidos, mas a estatal espera que a compra seja concluída no quarto trimestre.


A aquisição da Nexen permitirá que a Cnooc garanta reservas de petróleo e gás no oeste do Canadá, no Mar do Norte, no Golfo do México e na Nigéria. A Cnooc estima que a produção seja elevada em 20% com os novos ativos e elevar as atuais reservas em quase um terço.



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar