acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Petrolífera chinesa é criticada por esconder vazamentos

04/07/2011 | 10h04
A companhia petrolífera estatal chinesa CNOOC e sua sócia ConocoPhillips receberam fortes críticas por esconder, durante semanas, dois vazamentos ocorridos em junho em uma baía do Mar Amarelo, no litoral oriental da China, informou nesta segunda-feira (4) o jornal independente South China Morning Post.


Os vazamentos aconteceram no começo e meados do mês passado na jazida Penglai 19-3, operado conjuntamente por ambas as firmas, e embora não haja detalhes da quantidade de petróleo derramado, informações da imprensa chinesa asseguram que chegaram a causar uma maré negra de três quilômetros de comprimento e 30 m de largura.


Segundo meios oficiais chineses, foram supostos trabalhadores destas companhias que informaram sobre os vazamentos através de suas contas no Weibo (serviço de microblog similar ao Twitter), e até estas informações causarem alarme nos foros de internautas, a CNOOC não se dignou a informar.


A primeira informação oficial da CNOOC só chegou na sexta-feira passada, com duas semanas de atraso, assinalando que o problema estava "basicamente sob controle" e sem oferecer informação sobre a causa do acidente.


Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar