acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Mercado

Petróleo sobe com queda de estoques de gasolina e destilados nos EUA

16/11/2006 | 00h00

O preço do petróleo registra alta nesta quarta-feira, após a divulgação de uma queda acentuada nos estoques de gasolina e destilados dos EUA --apesar do aumento no estoque de petróleo no país na semana passada.

Às 14h31 (em Brasília), o barril do petróleo cru para entrega em dezembro, negociado na Bolsa Mercantil de Nova York, estava cotado a US$ 59,10, alta de 1,41%.

Segundo o relatório semanal da EIA (sigla em inglês para Administração de Informações sobre Energia, agência do Departamento de Energia dos EUA) divulgado hoje, o estoque de petróleo dos EUA cresceu em 1,3 milhão de barris.

Já as reservas de gasolina caíram em 3,7 milhões de barris e as de destilados (que incluem combustível para calefação doméstica, querosene da aviação e óleo diesel), de 3,6 milhões.

A proximidade do inverno no hemisfério Norte aumenta as preocupações dos investidores quanto a notícias de queda no estoque de destilados. O período é marcado por um aumento expressivo no consumo de combustível para calefação doméstica, principalmente no nordeste dos EUA.

Os investidores temem que as reservas do país não seja suficiente para atender a demanda no caso de um inverno rigoroso, e esse temor causa reflexo nos preços do petróleo.

O preço do petróleo atingiu o recorde de US$ 78,40 em julho e desde então, teve queda, chegando ao patamar de US$ 56 no mês passado.

A Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) efetuou uma redução de 1,2 milhão de barris na produção diária de seus países-membros a partir do dia 1º deste mês, na tentativa de evitar maiores quedas no preço da commodity. O cartel vem considerando a possibilidade de determinar mais um corte quando se reunirem em dezembro, mas o tamanho do corte ainda não está definido.


Fonte: Folha Online



Fonte: Folha Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar