acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Preços

Petróleo opera sem sinal único, com Brent apoiado por medida saudita

26/07/2018 | 11h25

Os contratos futuros de petróleo subiam mais cedo, porém o WTI perdeu fôlego e oscila perto da estabilidade. O Brent, por sua vez, é apoiado pela notícia de que a Arábia Saudita paralisou embarques no Mar Vermelho, no mais recente sinal de que as tensões no Oriente Médio prejudicam o fluxo da commodity.

Às 7h48 (de Brasília), o petróleo WTI para setembro caía 0,07%, a US$ 69,25 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para outubro, contrato mais líquido, avançava 0,58%, a US$ 74,84 o barril, na ICE.

Maior exportador do mundo, a Arábia Saudita interrompeu o envio do óleo pelo Estreito de Bab el-Mandeb, na quarta-feira, após rebeldes houthis atacarem dois de seus navios-tanque. Uma coalizão liderara pelos sauditas no Iêmen tem enfrentado esses rebeldes desde 2015, enquanto os houthis receberiam apoio do Irã. Analista da consultoria Energy Aspects, Richard Mallinson disse que esse petróleo deve ser redirecionado para a região do Chifre da África, o que significará um tempo mais longo de viagem. "Operadores ligados ao mercado saberão que isso não significa uma perda de fato de oferta, mas tem um efeito para os fluxos e prazos", comentou. O Commerzbank estima que cerca de 4,8 milhões de barris e derivados de petróleo sejam transportados pelo estreito a cada dia.

Além disso, investidores ainda analisam o relatório do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês), que mostrou recuo maior que o previsto nos estoques dos EUA na última semana. O dólar um pouco mais fraco e os avanços no diálogo sobre comércio entre o governo americano e a União Europeia também estão no radar, já que podem apoiar a demanda. O WTI, porém, mostra pouco fôlego, após subir mais de 1% na sessão anterior.

 

 



Fonte: Dow Jones Newswires, 26/07/2018
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar