acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preços

Petróleo opera em baixa moderada, após saltar mais de 7% na semana passada

31/07/2017 | 10h03

Os contratos futuros de petróleo operam em baixa moderada nesta manhã, num aparente movimento de realização de lucros, após os fortes ganhos que acumularam recentemente. Mais cedo, porém, o petróleo mostrou certa volatilidade.

Na semana passada, o petróleo garantiu valorização de mais de 7%, a maior do ano, na esteira de uma série de notícias positivas. Arábia Saudita e Nigéria, por exemplo, mostraram-se dispostas a colaborar mais para os esforços de grandes produtores de conter a oferta da commodity. Além disso, os estoques nos EUA mostraram uma redução bem maior do que se esperava em pesquisas do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) e do American Petroleum Institute (API).

Às 8h37 (de Brasília), o barril do petróleo tipo Brent para outubro caía 0,19% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 52,12, enquanto o do WTI para setembro avançava 0,30% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 49,56.

Segundo Bjarne Schieldrop, analista de commodities do banco SEB, os preços do petróleo estão fazendo uma breve interrupção, após o forte avanço da última semana. Em situações assim, investidores tendem a realizar lucros.

Também no radar está a crescente tensão na Venezuela, onde uma votação realizada ontem para eleger uma nova Assembleia Constituinte gerou violentos protestos. Há temores de que os distúrbios levem a uma redução das exportações do país sul-americano. Também existe a possibilidade de que os EUA adotem sanções contra o setor petrolífero venezuelano.

 



Fonte: Dow Jones Newswires, 31/07/2017
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar