acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preço

Petróleo opera em baixa, mas reduz perdas com declaração do Iraque

29/11/2017 | 17h28

O petróleo opera em baixa, após dados mostrarem um crescimento nos estoques dos Estados Unidos. Por outro lado, sinais de que pode haver a extensão do acordo liderado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para reduzir a oferta fizeram os contratos reduzirem as perdas.

Às 10h21 (de Brasília), o petróleo WTI para janeiro caía 0,16%, a US$ 57,90 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para fevereiro recuava 0,16%, a US$ 63,14 o barril, na ICE.

Na noite da terça-feira, o American Petroleum Institute (API) estimou que os estoques de petróleo dos EUA aumentaram 1,8 milhão de barris na última semana. Os dados oficiais saem às 13h30. A estimativa da API amplia o temor entre investidores de que a Opep poderia repensar sua estratégia de cortar a oferta.

A decisão oficial sobre o acordo liderado pela entidade sai na quinta-feira. O acordo foi estendido em maio e a previsão atual é de que ele termine em março, mas investidores esperam que ele seja prorrogado por todo o ano de 2018. Há pouco, o ministro do Iraque, Jabar al-Luaibi, disse apoiar a extensão do acordo por mais nove meses.

Diretor-gerente da consultoria Petromatrix, Olivier Jakob afirmou que o desempenho do mercado dependerá muito da decisão desta quinta-feira. O Brent já ganhou quase 19% nos últimos seis meses, em meio a distúrbios geopolíticos e à política da Opep. Investidores, porém, temem divisões na coalizão de países que reduziram a oferta. A Arábia Saudita quer manter o acordo, mas a Rússia já sinalizou que prefere a iniciativa por um intervalo mais curto, diante do aumento visto na produção de xisto nos EUA.

A JBC Energy diz esperar a prorrogação dos cortes atuais, mas com uma possibilidade razoável de que a Opep comunique algum tipo de opção de revisão para aumentar sua flexibilidade no assunto.



Fonte: Dow Jones Newswires, 29/11/2017
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar