acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Preços

Petróleo opera em alta, em meio a riscos para oferta e com dólar fraco

14/08/2018 | 09h45

O petróleo opera com ganhos nesta terça-feira, com a expectativa de que o recuo na produção do Irã compense os sinais de elevação na oferta global. Ao mesmo tempo, o dólar um pouco mais fraco em geral e a menor tensão com o quadro na Turquia contribuem para o movimento, um dia após os contratos da commodity fecharem em território negativo.

Às 8h34 (de Brasília), o petróleo WTI para setembro subia 1,16%, a US$ 67,98 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para outubro tinha alta de 1,23%, a US$ 73,50 o barril, na ICE.

"Desde meados de julho, o Brent tem ficado na faixa entre US$ 72 e US$ 75 o barril", lembra Bjarne Schieldrop. Segundo o analista-chefe de commodities da SEB Markets, isso ocorre porque o contrato oscila entre sinais de fraqueza no curto prazo e a perspectiva de menor oferta do Irã, a partir das sanções mais duras esperadas dos EUA contra o país persa, em 4 de novembro. Em maio, o presidente americano, Donald Trump, retirou-se do acordo internacional para conter o programa nuclear do Irã, em vigor desde 2015, o que abriu caminho para a volta das sanções americanas. As primeiras punições entraram em vigor em agosto e aquelas especificamente contra o setor de petróleo devem vigorar a partir de novembro.

Na segunda-feira, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) divulgou relatório que mostrou maior produção no cartel em julho, enquanto o grupo ainda reduziu sua perspectiva para a demanda neste ano e no seguinte.

No câmbio, o dólar mais fraco tende a apoiar os contratos, já que nesse caso ele fica mais barato para os detentores de outras moedas. O quadro da Turquia, por sua vez, continua a atrair a atenção dos investidores, mas por ora gera menor cautela que em dias recentes, o que apoia o maior apetite por risco e, consequentemente, os contratos da commodity.

Às 17h30, o American Petroleum Institute divulga seu relatório semanal de estoques de petróleo nos EUA.



Fonte: Dow Jones Newswires, 14/08/2018
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar