acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preços

Petróleo opera em alta de mais de 1% com tensões entre Arábia Saudita e Irã

20/03/2018 | 20h49

Os futuros de petróleo operam em alta significativa nos negócios da manhã, impulsionados pela avaliação de maior risco geopolítico à oferta global da commodity.

Às 8h50 (de Brasília), o barril do Brent para maio subia 1,36% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 66,95, enquanto o do WTI para o mesmo mês avançava 1,34% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 62,95.

O petróleo é sustentado por crescentes tensões políticas entre a Arábia Saudita e o Irã, dois dos principais integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), e novos sinais de que o presidente dos EUA, Donald Trump, poderá agir para restaurar sanções econômicas contra Teerã.

Ontem, o ministro de Relações Exteriores saudita, Adel al-Jubeir, classificou o atual pacto sobre o programa nuclear do Irã de "falho", um dia antes da reunião que Trump terá mais tarde com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman, em Washington.

"Esse rali (do petróleo) é muito ajudado por comentários de (Adel al-Jubeir)", comentou Tamas Varga, analistas da corretora PVM Oil Associates Ltd..

A visita do príncipe herdeiro saudita aos EUA vem num momento em que a Arábia Saudita está reavaliando planos de lançar uma oferta pública inicial (IPO) de ações da petrolífera estatal Saudi Aramco, segundo autoridades com conhecimento do assunto. A ideia era que o IPO levantasse até US$ 100 bilhões este ano, mas o plano foi adiado para 2019.

No fim da tarde de hoje, investidores ficarão atentos à pesquisa semanal do American Petroleum Institute (API) sobre estoques de petróleo bruto e derivados dos EUA.

 

 



Fonte: Dow Jones Newswires, 20/03/2018
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar