acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Petroleiro iraniano afunda e 13 tripulantes morrem

24/10/2011 | 15h19
Pelo menos 13 dos 73 tripulantes de um petroleiro iraniano que afundou na última quarta-feira (19) no Golfo Pérsico morreram, confirmou no sábado a agência local 'Mehr'.

Sem identificar a fonte, a agência detalha que os mortos são membros da tripulação de nacionalidade iraniana, ucraniana e indiana.

Segundo a imprensa iraniana, os outros 60 ocupantes do navio foram resgatados pouco depois do afundamento. Desde então, equipes tentam resgatar os corpos.

A embarcação, Koasha I, afundou, após emitir um pedido de socorro, a 60 metros de profundidade nas águas do Pérsico, a 15 milhas náuticas do porto iraniano de Assaluyeh, quando retornava para terra após ter passado por várias plataformas petrolíferas do Irã no Golfo.

Conforme a agência 'Mehr', suas fontes apontaram que o navio estava sobrecarregado de passageiros e carga.

Anteriormente, a imprensa divulgou números diferentes de ocupantes do navio (72, 73 e 74) e também de resgatados, 60 e 62.

Com base em fontes oficiais petrolíferas e de portos iranianos, a agência oficial 'Irna' informou desde o início que parte dos desaparecidos estava em uma câmara isobárica estagna, com oxigênio para vários dias, dentro do casco do navio afundado.

Equipes de mergulhadores e outros serviços de socorro foram enviados para tentar resgatar as vítimas da área e da zona econômica especial de South Pars, onde ficam as principais jazidas marítimas de gás e petróleo no Pérsico do Irã.


Fonte: A Tribuna
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar