acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Biodiesel

Petrobras vai investir US$ 60 milhões na produção de biodiesel

01/08/2006 | 00h00

A Petrobras vai investir cerca de US$ 60 milhões em três plantas de transterificação, unidades para a produção de biodiesel, no semi-árido brasileiro. As unidades localizadas em Quixadá (CE), Candeias (BA) e Montes Claros (MG) serão construídas para produzir o biodiesel necessário para atender a necessidade de mistura de 2% de biodiesel ao diesel consumido no Nordeste, o B-2 do Nordeste.

Além destas unidades, que utilizarão, matérias-primas produzidas por cerca de 70 mil famílias de pequenos produtores rurais, a estatal estuda a construção de outras nove plantas de produção de biodiesel utilizando tanto a produção de agricultura familiar, quanto a do agronegócio. "Estamos trabalhando com toda a realidade do país", destacou o diretor de gás e energia da Petrobras, Ildo Sauer.

Os novos projetos de plantas de transterificação, ainda em estudos e sem garantia de que serão construídos, deverão contar com parcerias de outras empresas. "Para estas três primeiras estivemos buscando parceiros e como não encontramos, decidimos fazer sozinhos", informou Sauer, durante o detalhamento do plano de negócios da Petrobras para 2007-2011 na área de Gás e Energia,  nesta terça-feira (01/08), na sede da Petrobras, no Rio.

Entre as plantas em estudos, duas são situadas no Rio Grande do Sul e utilizarão matérias-primas de cooperativas de ex-sem terra recém assentados. As cooperativas produzem oleaginosas, mas não desenvolvem a monocultura do agronegócio. Nestas áreas, as unidades serão próximas dos centros de produção de matéria-prima para que as comunidades rurais reutilizem os resíduos da transterificação na melhoria do sólo e alimentação animal em suas propriedades.

A Petrobras também utilizará produção de oleaginosas proveniente do agronegócio nas regiões do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de outras produções no Paraná e São Paulo. Sete das nove unidades terão capacidade de processar 113 mil m³ de biodiesel por ano e duas porderão até dobrar essa capacidade.

O plano de negócios da Petrobras de 2007-2011 tem a meta de disponibilizar 855 mil m³ de biodiesel por dia em todo o país. No aspecto logísticos haverá plantas de transterificação próximas da produção e outras próximas das bases de distribuição de combustíveis, explicou Sauer.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar