acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refino

Petrobras vai investir US$ 1 bilhão na Regap

28/03/2005 | 00h00

O governador Aécio Neves e o presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra, assinaram, nesta segunda-feira (28/03), Protocolo de Intenções para a expansão e modernização da Refinaria Gabriel Passos - Regap, localizada em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. O investimento visa a melhoria da qualidade da gasolina, do óleo diesel e de produção de matéria-prima petroquímica (propeno), e para aumentar o processamento de petróleo pesado na unidade.
Segundo informa a empresa, também faz parte do Protocolo  de Intenções o apoio à instalação de um Complexo Petroquímico para a produção de ácido acrílico bruto, acrilato de butila, acrilato de 2-etil hexila, ácido acrílico glacial e SAP (um super absorvente). A implantação dos empreendimentos está prevista para o período 2005 a 2010.

Investimentos - Os investimentos totalizam US$ 1,01 bilhão, dos quais US$ 650 milhões serão aplicados na Expansão e modernização da Regap e US$ 360 milhões na implantação do Complexo petroquímico. Serão gerados de dois mil empregos, em  média, na fase de construção, podendo chegar a quatro mil empregos no pico das obras. Na cadeia de produção do ácido acrílico e derivados serão 500 empregos diretos e cinco mil indiretos.

Produtos - O ácido acrílico é uma matéria-prima utilizada na produção de vários tipos de resinas, a serem utilizadas para a fabricação de tintas, papel, cera e revestimento. Outra aplicação das resinas é para a fabricação do SAP, amplamente utilizado em produtos higiênicos, como fraldas.
A gasolina e o óleo diesel, com a modernização da refinaria, estarão ainda mais compatíveis com a qualidade internacional, além de melhorias significativas para o meio ambiente.

Incentivos - A Petrobras e seus parceiros receberão financiamento do capital de giro através do Programa de Integração e Diversificação Industrial e Agro-Industrial (Pró-Indústria) e para investimentos fixos, através do Programa de Indução à Modernização Industrial (PROIM). O  Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG) viabilizará para a Petrobras  linhas de financiamentos visando a implantação do empreendimento.
O Instituto de Desenvolvimento Industrial de Minas Gerais -INDI apoiará e assistirá a Petrobras durante a  fase de viabilização dos investimentos.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar