acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Biodiesel

Petrobras vai construir unidade na Bahia

09/11/2006 | 00h00

A Petrobras assinou na quarta-feira contrato com a empresa de engenharia Intecnial para implementação de sua primeira unidade de produção industrial de biodiesel em Candeias, na Bahia. Serão assinados outros dois contratos para a construção de plantas de biodiesel em Montes Claros (MG) e Quixadá (CE), assim que a Petrobras receber as licenças de instalação pelos respectivos órgãos ambientais de cada Estado. A Petrobras espera que as licenças sejam emitidas nos próximos dias.

A Prefeitura Municipal de Candeias cedeu o terreno de 110 mil m2 para a implantação da usina, cujas obras deverão começar em breve. A inauguração da unidade está prevista para fim de 2007 e o investimento é de, aproximadamente, R$ 78 milhões.

A usina terá capacidade para produzir cerca de 57 milhões de litros de biodiesel por ano. Os principais insumos para produção de biodiesel serão os óleos vegetais dendê, algodão, mamona e soja. Outras oleaginosas como girassol, amendoim e gergelim estão sendo estudadas. Gordura animal e álcool também serão utilizados como insumos.

A produção de oleaginosas será desenvolvida no entorno da planta industrial. O município de Candeias foi escolhido pela Petrobras por diversos fatores, como a proximidade com as bases das distribuidoras de combustível e mercado consumidor, e a localização privilegiada em relação aos meios de transporte rodoviário, ferroviário e marítimo.

Para alcançar a meta estratégica de produzir 855 milhões de litros de biodiesel por ano em 2011, a companhia analisa cerca de quinze outros projetos em várias regiões do País em parceria com diferentes investidores, desde grandes grupos econômicos até cooperativas de trabalhadores rurais.

O Programa Nacional de Produção e Uso do biodiesel estabelece que a partir de janeiro de 2008 será compulsória a adição de 2% de biodiesel ao diesel convencional e também será permitida a mistura de até 5%, contribuindo para a ampliação do mercado.

Fonte: Agência Estado



Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar