acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Distribuição

Petrobras reduz em 3,7% preço do gás boliviano cobrado às distribuidoras

30/01/2007 | 00h00
 

O preço do gás natural boliviano vendido pela Petrobras às distribuidoras de gás canalizado está 3,7% mais barato desde o início de janeiro, de acordo com fontes do mercado. Com isso, o milhão de BTU (unidade britânica que mede o poder calorífico do energético) passou de US$ 5,47 para US$ 5,28. No caso do Estado de São Paulo, o consumidor, no entanto, só sentirá o impacto em maio, quando a agência reguladora autorizar a Comgás e a Gás Natural São Paulo-Sul a fazerem o repasse para as tarifas dos custos e reduções de preços acumulados nos últimos 12 meses.

A redução interrompe uma série de sete aumentos consecutivos no preço do do insumo, iniciada no segundo trimestre de 2005. O gás boliviano é distribuído nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país.

A pequena redução, em dólar, reflete a queda do preço do petróleo no quarto trimestre de 2006. Na época o item era cotado na casa dos US$ 60, enquanto no trimestre anterior o barril chegou a ser negociado na casa dos US$ 70, aproximando-se dos US$ 80 em julho.

custo. O custo do petróleo é um fator importante no preço, porque a fórmula de reajuste da commodity, ou seja, a molécula de gás, está atrelada a uma cesta de óleos combustíveis composta por um óleo pesado e dois óleos leves, com cotações do golfo americano e da Europa. O preço da commodity de gás passou para US$ 3,57 por milhão de BTU, com queda de 5%.


A redução não foi mais acentuada porque o custo de transporte registrou alta de 0,4%, permanecendo na casa de US$ 1,71 por milhão de BTU. O valor deste componente não é definitivo, já que o percentual foi calculado sobre uma base provisória do índice de inflação americana. "O aumento de 0,4% foi calculado sobre novembro. Acontece que em dezembro a inflação já foi mais elevada. O número definitivo sairá apenas em abril", explica fonte que prefere não se identificar. O preço do transporte é atrelado à inflação americana por causa da necessidade de remunerar o investimento do gasoduto Brasil-Bolívia (Gasbol).



Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar