acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Operação Lava Jato

Petrobras recebe R$ 157 milhões recuperados pela Operação Lava Jato

12/05/2015 | 10h04
Petrobras recebe R$ 157 milhões recuperados pela Operação Lava Jato
Agência Petrobras Agência Petrobras

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, participou na tarde desta segunda-feira (11/05) da cerimônia de devolução à Petrobras de valores recuperados pela Operação Lava Jato. Na ocasião, foi feita a entrega simbólica de R$ 157 milhões à companhia, referentes a valores repatriados pelo Ministério Público Federal na Operação Lava Jato. O evento foi realizado na sede da Procuradoria Geral da República, em Brasília. Os valores eram mantidos em contas secretas na Suíça e foram repatriados a partir do trabalho integrado do Ministério Público Federal, da Polícia Federal, Receita Federal e Justiça Federal. A conta judicial que recebe os valores desviados pelo esquema já tem saldo de aproximadamente R$ 205 milhões recuperados.

Bendine ressaltou a importância do evento para a companhia no momento atual. "Um dia como este, em que retomamos a primeira parcela dos recursos perdidos por conta destas práticas, reforça que a Petrobras está no rumo certo para superar esta crise e voltar a ser  fonte não só de orgulho, mas de boas perspectivas e de bons resultados para seus empregados, seus acionistas e para toda a sociedade brasileira", afirmou. O presidente destacou ainda o esforço da companhia em recuperar os recursos desviados e colaborar com as investigações realizadas pelas instituições públicas.

"Em outra frente, ingressamos como coautores dos processos de improbidade administrativa abertos contra ex-empregados, executivos e empresas. Já apresentamos dois pedidos e, nas próximas duas semanas, faremos mais três. Apenas nesta primeira leva de ações, nossa  expectativa é de resgatar R$ 1,3 bilhão além de danos morais cujos valores ainda não foram definidos", complementou Bendine.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros, ressaltou a importância da devolução. “Estamos fazendo a nossa parte ao garantir que retornem aos cofres da Petrobras o dinheiro desviado por corrupção”. Janot disse ainda que um dos objetivos da atuação dos órgãos públicos é recuperar aquilo que foi subtraído de uma empresa vítima de um esquema criminoso.

A cerimônia foi aberta pelo procurador da República no Paraná, Deltan Martinazzo Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato. Segundo ele, a iniciativa foi um marco histórico para as instituições brasileiras. "Essa devolução nos traz esperança. Os milhões que estão sendo devolvidos hoje à Petrobras foram obtidos por meio de acordos de colaborações premiadas pelo MPF com investigados e réus".

Também participaram do evento o juiz federal Nivaldo Brunoni, diretor do Foro da Seção Judiciária do Paraná, a vice-presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Candice Galvão, a delegada da Polícia Federal Erika Mialik e o chefe do Escritório de Pesquisa e Investigação na 9ª Região Fiscal da Receita Federal, Roberto Leonel.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar