acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Etanol

Petrobras quer unir projeto para alcooduto

17/08/2010 | 10h21
Paulo Roberto Costa, diretor de abastecimento da Petrobras, defendeu ontem a unificação dos três projetos de construção de um duto de etanol ligando o centro-oeste a São Paulo. Ao lado da ETH e da Uniduto, a estatal já recebeu proposta de traçado que interesse a todos, mas ainda não há decisão final sobre o investimento. "Não vemos espaço para três dutos. Os interessados vão negociar e fechar um projeto que atenda aos interesses de todos os investidores", disse Costa, em palestra no evento "Do Petróleo aos Biocombustíveis", promovido pela Hart Consulting. Ele não quis dar entrevista ao final da apresentação por conta do período de silêncio prévio à capitalização da Petrobras.


Em sua palestra, disse que a estatal acabou de criar uma empresa comercial em parceria com a Camargo Corrêa para cuidar do projeto do duto de etanol. ETH e Uniduto tinham, cada uma, seu próprio projeto.
 
 
"Não faz sentido transportar grandes quantidades de biocombustível por caminhão, queimando diesel", comentou o diretor executivo comercial, de logística e suprimentos da ETH, Marcelo Mancini, também presente ao evento ontem.


Novo traçado
 
 
Segundo Marcelo Mancini, o novo traçado em estudo comporta a produção de todas as empresas envolvidas e sairá de Goiás com destino a Paulínia, passando pelo Triângulo Mineiro. "São as principais fronteiras da cana-de-açúcar", explicou.


O executivo da ETH, no entanto, não quis falar em investimentos nem em composição acionária da nova empresa que será criada para tocar o investimento. As três companhias ainda estão avaliando os detalhes.



Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar