acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Alcoodutos

Petrobras quer parceiros para alcoodutos

30/08/2007 | 00h00
A direção da Petrobras está em busca de parceiros que viabilizem o uso do alcooduto, cujo projeto de implantação está em fase final e deve ser aprovado em no máximo dois meses.No momento, ela tem como sócios o grupo Mitsui e a construtora Camargo Corrêa.

O alcooduto em questão tem o objetivo de escoar a produção de etanol do Centro-Oeste; saindo de Senador Canhedo, em Goiás, passa por Uberaba, Ribeirão Preto e Campinas, até chegar ao porto paulista de São Sebastião.

Pelo duto devem ser escoados de três a quatro bilhões de litros de etanol. Mas, segundo o gerente de Novos Negócios do Abastecimento Corporativo da Petrobras, Gilberto Ribeiro de Carvalho, a capacidade do alcooduto é de transportar até 12 bilhões de litros por ano, até 2020.

Além de parceiros para o alcooduto, a Petrobras também busca sócios para produzir etanol. No momento, a empresa possui um projeto de construir cinco centros de produção de etanol, sendo duas usinas em Goiás e três no Mato Grosso do Sul. Mas também está sendo procurada para formar sociedades em usinas existentes.

A empresa só não tem parceiros no que diz respeito à pesquisa em lignocelulose, que, segundo Carvalho, deve ser uma realidade no médio prazo. "Em até quinze anos já devemos ter produção em escala comercial." Segundo estudos do setor, com essa tecnologia, a produção brasileira pode até triplicar.

Fonte: DCI

Fonte: DCI
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar