acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Mercado

Petrobras quer evitar reajustes por mercado externo volátil

16/10/2006 | 00h00

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, disse nesta segunda-feira a jornalistas que os preços de derivados de petróleo no Brasil irão ter menor flutuação do que as cotações internacionais do petróleo.

Segundo Gabrielli, é preciso que seja definido um patamar de preços antes de ele vir a ser reajustado.

"Com certeza os preços de derivados no Brasil irão flutuar menos do que os preços internacionais... o preço de petróleo foi a 79 (dólares por barril) e desceu a 59 (dólares) em duas semanas. Enquanto tiver nessa flutuação não há porque reajustar o mercado brasileiro", disse ele.

De acordo com Gabrielli, é preciso analisar questões relacionadas a um eventual aumento de consumo, como poderia ocorrer no caso de um inverno norte-americano rigoroso.

"Ninguém garante que o inverno norte-americano vai ser mais forte ou menos forte. Nossa idéia é essencialmente reduzir a volatilidade de preços no país", declarou Gabrielli.

Questionado sobre como andam as negociações relacionadas aos preços do gás boliviano, o presidente da Petrobras respondeu: "A Bolívia está em negociação técnica. Não vamos fazer negociações através da imprensa".

Segundo ele, não há previsão para esses negociações serem concluídas.



Fonte: Reuters
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar