acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Produção

Petrobras produziu 1,78 milhão de barris diários em setembro

18/10/2006 | 00h00

O aumento da produção de petróleo da Petrobras em setembro ocorreu principalmente porque a empresa começou a produzir em três novos poços na Bacia de Campos no litoral do Estado do Rio de Janeiro. Foram colocados em produção poços nos campos de Albacora, Albacora de Leste e Caratinga, anunciou a estatal em comunicado.

A produção doméstica da Petrobras aumentou 1,4% para a média de 1,788 milhão de barris diários (b/d) em setembro ante 1,764 milhão de barris b/d de agosto. Esse aumento da produção também ocorreu no momento em que a companhia elevou a produção no seu campo de petróleo leve de Golfinho na costa do Espírito Santo.

"A produção de setembro mostrou o início do que deverá ser a recuperação das tendências da produção no segundo semestre", disse a Merril Lynch. "Esperamos que a produção doméstica continue a aumentar em todo o resto de 2006 e em 2007". A Merril Lynch calcula que a produção doméstica em 2006 será de 1,801 milhão de b/d, o que representa alta em relação à de 2005. Para 2007, espera aumento da produção de 11%.

O aumento inicial expressivo da produção está ocorrendo principalmente porque a Petrobras ainda está em processo de aumento da produção na P-50 de 180 mil b/d no campo de Albacora Leste e da FPSO-Capixaba de Golfinho de 100 mil b/d, informou a Merrill Lynch.

A empresa começou a produção na P-50 em abril e na FPSO-Capixaba, em maio. Além disso, a produção da Petrobras deverá avançar porque nas próximas semanas a companhia deverá começar a produção na plataforma P-34 de 60 mil b/d no campo de Jubarte, e em janeiro na SSP-300 de 20 mil b/d no campo de Piranema.

A produção internacional da estatal recuou ligeiramente para 139.568 barris diários em setembro em relação aos 140.565 barris por dia de agosto. Em comparação com a do ano passado, contudo, a produção declinou mais porque a empresa teve de ceder parte da sua produção venezuelana para a petrolífera Petróleos de Venezuela (PDVSA), informou a Petrobras. Contudo, com o aumento da produção brasileira, a produção total de petróleo subiu para 1,92 milhão b/d em setembro ante 1,90 milhão b/d de agosto.
A produção brasileira de gás natural retrocedeu para 42,94 milhões de metros cúbicos diários em setembro, em contra 44,28 milhões de agosto.


Fonte: Gazeta Mercantil



Fonte: Gazeta Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar