acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Mercado

Petrobras planeja triplicar exportações de petróleo

01/11/2011 | 12h23
A Petrobras prevê triplicar as exportações de petróleo até 2020, para entre 1,5 milhão e 1,6 milhão de barris por dia, disse nesta terça-feira (1º) o presidente-executivo da estatal, José Sérgio Gabrielli, que considerou Estados Unidos e China os mercados mais importantes para a companhia brasileira.

A petroleira espera aumentar a produção de petróleo para 3,9 milhões de barris por dia até 2015 e 4,9 milhões até 2020, contra os 2,1 milhões de barris produzidos este ano, o que poderia fazer do Brasil um dos três maiores produtores de petróleo do mundo, segundo Gabrielli.

"Estamos prevendo que nos tornaremos um grande exportador líquido até 2020, não só de produtos derivados de petróleo mas de petróleo em si", afirmou Gabrielli em uma conferência sobre energia em Cingapura. A Petrobras atualmente exporta 520 mil barris por dia de petróleo.

As exportações para Estados Unidos e China dobrariam para 400 mil a 450 mil barris por dia cada, acrescentou.

"A China será do mesmo tamanho dos Estados Unidos. Neste momento, eles estão em 200 mil a 220 mil bpd para exportação. Isso crescerá para quase o dobro. Esperamos poder aumentar nossa exportação para outros países asiáticos", afirmou ele.

O consumo mundial de combustível deve crescer cerca de 3 a 4% nos próximos cinco anos, disse Gabrielli, o que poderia manter os preços no longo prazo.

Para atender esse crescimento de demanda e compensar o declínio em campos que já operam, o mundo teria que acrescentar entre 40 milhões e 65 milhões bpd em capacidade de produção nos próximos dez anos, acrescentou o executivo.

"É por isso que não vejo o preço do petróleo caindo nos próximos cinco a dez anos", afirmou.

As descobertas de petróleo no Brasil colocaram o país a caminho de ser um grande fornecedor mundial. Quatro das dez maiores descobertas desde o ano 2000, incluindo os campos de Lula e Franco, foram na nação sul-americana.

A Petrobras planeja destinar mais da metade do investimento de 225 milhões de dólares relativo ao período de 2011 a 2015 ao pré-sal, uma área do tamanho do estado de Nova York que deve conter, pelo menos, 50 bilhões de barris de petróleo.

Refino, transporte e vendas responderão por 31% do investimento total. "Nosso grande desafio é extrair recursos", disse Gabrielli.

A companhia aumentará a produção no campo de Lula, no pré-sal, para 120.000 bpd, contra atuais 36.900 mil barris.

A Petrobras considera a cotação do Brent entre 80 e 95 dólares o barril em termos de fluxo de caixa, disse Gabrielli.

"A 80 dólares podemos gerar 125 bilhões de dólares em fluxo de caixa líquido depois de pagar dividendos e a 95 dólares podemos gerar 149 bilhões de dólares em fluxo de caixa líquido nos próximos cinco anos", disse ele.

Para levantar recursos, a Petrobras identificou 13,6 bilhões de dólares em ativos que devem ser vendidos como parte do plano de investimentos de cinco anos.


Fonte: Agência Reuters
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar