acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Finanças

Petrobras mira pequeno aplicador e estuda entrar no Nível 1

24/11/2004 | 00h00

A Petrobras está estudando ingressar no Nível 1 de governança corporativa da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Segundo o gerente executivo de relações com investidores, Raul Campos, a companhia sempre teve todos os requisitos necessários para essa migração, mas ainda não bateu o martelo. "Estamos estudando as vantagens dessa migração, mas por enquanto ainda não decidimos", disse Campos.
Um dos motivos para a gigante do petróleo estar debruçada sobre o tema é o crescente foco no pequeno investidor. Como ainda não tem planos para fazer novas ofertas públicas no médio prazo, a companhia vem tentando usar outras armas disponíveis para atrair o aplicador de varejo, a exemplo do que outras empresas já vêm fazendo. Uma das estratégias é a publicação de anúncios em veículos de grande circulação que convidam os investidores individuais a tornarem-se sócios da empresa.
"Já fizemos muitas ações deste tipo no mercado externo, onde fizemos publicidade para atrair investidores e fomos muito bem-sucedidos, então, porque não fazer aqui também?", disse Campos. Segundo ele, há entre 300 e 400 mil acionistas individuais da Petrobras, já incluindo os cotistas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o objetivo é alargar essa base, diz o executivo. "Quanto mais diluído estiver o capital, menor é a volatilidade", justificou o executivo.
Segundo ele, os anúncios têm dado um bom retorno, com ligações, consultas e visitas ao site da companhia na internet. "No começo, quando iniciamos ações de marketing lá fora, focamos os melhores fundos, que hoje já estão todos aplicando em nossas ações", diz. "Depois disso, partimos para outros segmentos de mercado."
Hoje, o capital total da empresa está nas mãos da União Federal, com 32,2%. Os acionistas detentores de ADRs representam 31,7% e a BNDESPar, 7,7%. Os investidores estrangeiros detêm 8,2% e cotistas dos fundos FGTS somam 2,8%. O restante, 16,3%, está nas mãos de outros grupos.
Outra ação que a Petrobras já começou a fazer para atrair o aplicador de varejo é a participação intensiva no programa "Bovespa Vai até Você". Assim, a Petrobras consegue também trazer a Bovespa até seus funcionários. "Já estiveram aqui na sede e também na refinaria", lembrou Campos que admite ainda ter na agenda a produção de um relatório anual simplificado e didático, específico para os colaboradores da própria Petrobras.
Para atrair novos acionistas, Campos tem usado como principal argumento os resultados da empresa. O lucro líquido da companhia aumentou 43% no último trimestre. Outro atrativo tem sido o bom desempenho dos papéis no mercado. Este ano as ações ordinárias (com direito a voto) já tiveram valorização de 25,35%, enquanto as preferenciais (sem voto) tiveram alta de 27,41%. O ganho é superior aos 9,93% do Ibovespa no ano e aos 17,21% do IBrX-100 no período.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar