acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Águas profundas

Petrobras instala tecnologias em profundidade recorde

30/07/2014 | 10h02
Petrobras instala tecnologias em profundidade recorde
Agência Petrobras Agência Petrobras

 

A Petrobras iniciou a produção do poço Cascade-6, em profundidade de água de 2.500 metros no Golfo do México (EUA), com a utilização de um Sistema de Completação Inteligente (Intelligent Well System – IWS), capaz de informar com precisão a quantidade de petróleo proveniente de cada zona produtora do poço e de controlar a abertura e o fechamento destas zonas, permitindo o melhor gerenciamento dos reservatórios de petróleo. A profundidade total do poço é de 8.200 metros, o que representa um recorde mundial de profundidade para este tipo de equipamento.
No primeiro trimestre, a Petrobras iniciou a operação do sistema submarino de bombeio (Electrical Submersible Pump – ESP) no campo de Cascade, para incrementar a produção através da redução da pressão de fluxo no fundo dos poços. O sistema de bombeio está instalado no fundo do mar, em profundidade de água de 2.500 metros, representando também um recorde mundial de profundidade para este tipo de equipamento.
O sistema de bombeio submarino tem operado ininterruptamente desde a conclusão do período inicial de testes no campo. A Petrobras planeja instalar outro sistema ESP no campo de Chinook ainda no decorrer deste ano.
Os poços de Cascade e Chinook produzem para o navio-plataforma BW Pioneer, o primeiro FPSO (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo) a operar no setor americano do Golfo do México. Os campos de Cascade e Chinook estão localizados a uma distância de 24 km um do outro, a cerca de 260 km ao sul da costa do Estado da Louisiana nos EUA. A Petrobras é operadora dos dois campos e detém 100% de participação do campo de Cascade e 66,7% do campo de Chinook sendo os 33,3% restantes pertencentes à Total E&P USA Inc.

A Petrobras iniciou a produção do poço Cascade-6, em profundidade de água de 2.500 metros no Golfo do México (EUA), com a utilização de um Sistema de Completação Inteligente (Intelligent Well System – IWS), capaz de informar com precisão a quantidade de petróleo proveniente de cada zona produtora do poço e de controlar a abertura e o fechamento destas zonas, permitindo o melhor gerenciamento dos reservatórios de petróleo. A profundidade total do poço é de 8.200 metros, o que representa um recorde mundial de profundidade para este tipo de equipamento.

No primeiro trimestre, a Petrobras iniciou a operação do sistema submarino de bombeio (Electrical Submersible Pump – ESP) no campo de Cascade, para incrementar a produção através da redução da pressão de fluxo no fundo dos poços. O sistema de bombeio está instalado no fundo do mar, em profundidade de água de 2.500 metros, representando também um recorde mundial de profundidade para este tipo de equipamento.

O sistema de bombeio submarino tem operado ininterruptamente desde a conclusão do período inicial de testes no campo. A Petrobras planeja instalar outro sistema ESP no campo de Chinook ainda no decorrer deste ano.

Os poços de Cascade e Chinook produzem para o navio-plataforma BW Pioneer, o primeiro FPSO (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo) a operar no setor americano do Golfo do México. Os campos de Cascade e Chinook estão localizados a uma distância de 24 km um do outro, a cerca de 260 km ao sul da costa do Estado da Louisiana nos EUA.

A Petrobras é operadora dos dois campos e detém 100% de participação do campo de Cascade e 66,7% do campo de Chinook sendo os 33,3% restantes pertencentes à Total E&P USA Inc.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar