acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Petrobras inicia primeiro TLD em Iara

01/07/2014 | 09h01
Petrobras inicia primeiro TLD em Iara
N.Castro/MarineTraffic.com N.Castro/MarineTraffic.com

 

A Petrobras iniciou, no último dia 21, o primeiro Teste de Longa Duração (TLD) na área de avaliação conhecida como Iara, no bloco BM-S-11, a cerca de 300 km da costa e em profundidade de água de aproximadamente 2.200m. O TLD faz parte do Programa de Avaliação da Descoberta, aprovado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
O teste está sendo realizado no poço 3-BRSA-1132-RJS (RJS-706), na área oeste do Plano de Avaliação de Iara, utilizando o FPSO Dynamic Producer. A produção inicial do poço, de 29 mil barris de petróleo por dia, é similar à que vem sendo obtida nos poços já em produção comercial no pré-sal da Bacia de Santos, indicando o excelente potencial dessa área.
Esse TLD permitirá a aquisição de importantes informações para o desenvolvimento desta descoberta, ocorrida em 2008. 
O Plano de Avaliação tem prazo até o final de 2014, quando então o consórcio deve submeter à ANP a declaração de comercialidade. 
A Petrobras é a operadora do consórcio (65%), tendo como parceiras a BG E&P Brasil Ltda (25%) e a Petrogal Brasil S.A (10%).

A Petrobras iniciou, no último dia 21, o primeiro Teste de Longa Duração (TLD) na área de avaliação conhecida como Iara, no bloco BM-S-11, a cerca de 300 km da costa e em profundidade de água de aproximadamente 2.200m. O TLD faz parte do Programa de Avaliação da Descoberta, aprovado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O teste está sendo realizado no poço 3-BRSA-1132-RJS (RJS-706), na área oeste do Plano de Avaliação de Iara, utilizando o FPSO Dynamic Producer. A produção inicial do poço, de 29 mil barris de petróleo por dia, é similar à que vem sendo obtida nos poços já em produção comercial no pré-sal da Bacia de Santos, indicando o excelente potencial dessa área.

Esse TLD permitirá a aquisição de importantes informações para o desenvolvimento desta descoberta, ocorrida em 2008.

O Plano de Avaliação tem prazo até o final de 2014, quando então o consórcio deve submeter à ANP a declaração de comercialidade.

A Petrobras é a operadora do consórcio (65%), tendo como parceiras a BG E&P Brasil Ltda (25%) e a Petrogal Brasil S.A (10%).



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar