acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Refino

Petrobras garante instalação de refinaria em PE

05/12/2006 | 00h00

A Petrobras, que é pomo da discórdia no segundo maior projeto industrial em andamento na região Nordeste, é o principal personagem do maior deles, a construção de uma refinaria para processamento de 200 mil barris diários de petróleo em Pernambuco, orçada em US$ 2,5 bilhões. O projeto de refino não tem problema de insumos, embora no campo societário a Petrobras e a estatal venezuelana PDVSA ainda não tenham chegado a um acordo para definir qual será a participação de cada uma.

Na semana passada, o presidente da brasileira, José Sérgio Gabrielli, disse que o memorando de entendimento para a formação da sociedade continua em vigor, contrariando informações de que a Petrobras tinha decidido tocar sozinha o projeto. Gabrielli está ganhando tempo, até para evitar atrito com um importante parceiro comercial e político, o presidente venezuelano Hugo Chaves, mas a Petrobras já decidiu que a construção da refinaria não está condicionada à parceria com a PDVSA. O diretor da área de Abastecimento da da Petrobras, Paulo Roberto Costa, já disse que pretende iniciar a terraplanagem da refinaria em 2007.

O óleo a ser processado na unidade virá do Brasil e da Venezuela, cem mil barris diários de cada parte. O brasileiro sairá dos campos de óleo pesado do litoral do Sudeste, enquanto o petróleo venezuelano virá dos campos que estão sendo explorados conjuntamente pela Petrobras e a PDVSA na chamada Faixa do Orenoco, na bacia do rio do mesmo nome.

A refinaria terá como prioridade a produção de óleo diesel, produto do qual o Brasil ainda é importador. A Petrobras pretende colocar a unidade em operação em 2012. Em outubro, a Petrobras e o governo de Pernambuco assinaram o contrato pelo qual Estado doou ao empreendimento um terreno no distrito industrial do porto de Suape correspondente a três quartos da área total do projeto.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar