acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Petrobras faz nova descoberta de petróleo na Cessão Onerosa

22/08/2012 | 09h40
Petrobras faz nova descoberta de petróleo na Cessão Onerosa
Agência Petrobras Agência Petrobras

 

A Petrobras comunicou uma nova descoberta de petróleo de boa qualidade no quarto poço perfurado na área da Cessão Onerosa, no pré-sal da Bacia de Santos. O novo poço, denominado 3-BRSA-1053-RJS (3-RJS-699), informalmente conhecido como Franco SW, está situado em profundidade d´água de 2.024 metros, a cerca de 210 km da cidade do Rio de Janeiro e a 17 km a sul do poço descobridor 2-ANP-1-RJS (Franco).
A descoberta foi comprovada por meio de amostragens de petróleo de boa qualidade (28º API) obtidas em teste a cabo. As amostras foram colhidas em reservatórios de rochas carbonáticas de espessuras similares às registradas no poço descobridor.  A descoberta comprova ainda a extensão dos reservatórios de petróleo no sul da área de Franco. A coluna de hidrocarbonetos verificada até o momento é de 295 metros.
O poço ainda está em fase de perfuração a 5.656 metros de profundidade e prosseguirá até atingir o nível estratigráfico previsto no contrato da Cessão Onerosa, a aproximadamente 6.175 metros.
Concluída essa fase, a Petrobras dará continuidade às atividades e investimentos previstos no Programa Exploratório Obrigatório (PEO) do contrato de Cessão Onerosa, incluindo a conclusão da campanha de aquisição de dados sísmicos em 3D para essa área.

A Petrobras comunicou uma nova descoberta de petróleo de boa qualidade no quarto poço perfurado na área da Cessão Onerosa, no pré-sal da Bacia de Santos. O novo poço, denominado 3-BRSA-1053-RJS (3-RJS-699), informalmente conhecido como Franco SW, está situado em profundidade d´água de 2.024 metros, a cerca de 210 km da cidade do Rio de Janeiro e a 17 km a sul do poço descobridor 2-ANP-1-RJS (Franco).


A descoberta foi comprovada por meio de amostragens de petróleo de boa qualidade (28º API) obtidas em teste a cabo. As amostras foram colhidas em reservatórios de rochas carbonáticas de espessuras similares às registradas no poço descobridor.  A descoberta comprova ainda a extensão dos reservatórios de petróleo no sul da área de Franco. A coluna de hidrocarbonetos verificada até o momento é de 295 metros.


O poço ainda está em fase de perfuração a 5.656 metros de profundidade e prosseguirá até atingir o nível estratigráfico previsto no contrato da Cessão Onerosa, a aproximadamente 6.175 metros.


Concluída essa fase, a Petrobras dará continuidade às atividades e investimentos previstos no Programa Exploratório Obrigatório (PEO) do contrato de Cessão Onerosa, incluindo a conclusão da campanha de aquisição de dados sísmicos em 3D para essa área.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar