acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás

Petrobras entrega primeira carga de GNL à Sulgás

31/01/2013 | 10h25
Petrobras entrega primeira carga de GNL à Sulgás
Terminal de regaseificação GNL na Baía de Guanabara (RJ) Terminal de regaseificação GNL na Baía de Guanabara (RJ)

 

A Petrobras iniciou na quarta-feira (30) a entrega da primeira carga de Gás Natural Liquefeito (GNL), com 34 milhões de m³, à Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) para abastecer a Usina Termelétrica (UTE) Uruguaiana.
O navio Excalibur, afretado pela Petrobras para transportar o GNL, ancorou no Porto de Bahía Blanca, na  Argentina, no início da manhã com o GNL importado de Trinidad e Tobago. A operação de descarregamento do GNL foi iniciada às 16h42 (hora de Brasília) e terá a duração de 10 horas.
Outra carga com 34 milhões de m³ de GNL será entregue à Sulgás em fevereiro, para abastecimento da UTE Uruguaiana, totalizando 78 milhões de m³, volume suficiente para gerar 164 megawatts durante, aproximadamente, 60 dias.
De propriedade do grupo AES Brasil, a Térmelétrica Uruguaiana, cujo reinício de operação foi viabilizado a partir de um acordo bilateral  firmado entre Brasil e Argentina, tem capacidade instalada de 639 MW e deverá importar até o final do ano 2,8 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

A Petrobras iniciou na quarta-feira (30) a entrega da primeira carga de Gás Natural Liquefeito (GNL), com 34 milhões de m³, à Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) para abastecer a Usina Termelétrica (UTE) Uruguaiana.


O navio Excalibur, afretado pela Petrobras para transportar o GNL, ancorou no Porto de Bahía Blanca, na  Argentina, no início da manhã com o GNL importado de Trinidad e Tobago. A operação de descarregamento do GNL foi iniciada às 16h42 (hora de Brasília) e terá a duração de 10 horas.


Outra carga com 34 milhões de m³ de GNL será entregue à Sulgás em fevereiro, para abastecimento da UTE Uruguaiana, totalizando 78 milhões de m³, volume suficiente para gerar 164 megawatts durante, aproximadamente, 60 dias.


De propriedade do grupo AES Brasil, a Térmelétrica Uruguaiana, cujo reinício de operação foi viabilizado a partir de um acordo bilateral  firmado entre Brasil e Argentina, tem capacidade instalada de 639 MW e deverá importar até o final do ano 2,8 milhões de metros cúbicos de gás por dia.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar