acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rede Temática de Gás Natural

Petrobras e UFSC inauguram laboratórios de pesquisa em gás natural

18/03/2011 | 16h22
A Petrobras e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) realizaram nesta sexta-feira (18) a cerimônia de inauguração dos Laboratórios de Pesquisa em Gás Natural, situados no campus Universitário Trindade, em Florianópolis. Os laboratórios fazem parte da Rede Temática de Gás Natural e receberam um investimento de R$1,5 milhão.


Segundo o gerente geral de Pesquisa & Desenvolvimento de Gás, Energia e Desenvolvimento Sustentável do Centro de Pesquisas & Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), Luis Fernando Mendonça, esse aporte representa a vontade da Petrobras em desenvolver também a sua base de conhecimento científico. “Todos os investimentos feitos até hoje pela Companhia nas universidades tem trazido ótimas respostas e incorporamos a tecnologia em nossos processos. A UFSC é um exemplo desta parceria de sucesso”.


Entre as atividades dos laboratórios, destaca-se o desenvolvimento de equipamentos de transferência de calor, que proporcionarão maior eficiência energética. Esse projeto faz parte das iniciativas de eficiência energética do Programa Tecnológico para Mitigação de Mudanças Climáticas (Proclima), coordenado pelo Cenpes.

Na ocasião, gerente de P&D de Gás, Energia e Gásquimica da Petrobras, Fernando Vieira Castellões, ressaltou que o novo laboratório trabalha especialmente com tecnologias avançadas de transferência de calor. “Será possível desenvolver novos tipos de trocadores de calor para processos da Petrobras, com maior eficiência e melhores características de manutenção.”

Também serão realizados estudos de ferramentas computacionais inteligentes para aplicação nas atividades industriais de gás natural e serão desenvolvidos equipamentos térmicos para uso por consumidores comerciais e industriais de gás natural. “Isso garante ao mercado consumidor a existência de tecnologias eficientes de uso racional que podem ser aplicadas em diversos setores, como por exemplo na secagem de cerâmica”, reiterou Castellões.


O evento teve a participação do gerente geral de Tecnologia para Processos de Gás e Energia da Petrobras, Mozart Schmitt de Queiroz, do reitor da UFSC, Álvaro Toubes Prata e de outros representantes da Companhia, da Universidade e demais convidados.


Redes Temáticas


O modelo das Redes Temáticas foi criado pela Petrobras em 2006, voltado para o relacionamento com as universidades e institutos de pesquisas brasileiros. Hoje há 50 redes operando em parceria com cerca de 110 universidades e instituições de pesquisas de todo o Brasil. Nas redes, as instituições desenvolvem pesquisas em temas estratégicos para o negócio da Petrobras e para a indústria brasileira de energia. A Petrobras vem investindo cerca de R$ 400 milhões anuais, em média, possibilitando às instituições conveniadas a implantação de infraestrutura, aquisição de modernos equipamentos, criação de laboratórios de padrão mundial de excelência, capacitação de pesquisadores/recursos humanos e desenvolvimento de projetos de Pesquisa & Desenvolvimento nas áreas de interesse, como petróleo e gás, biocombustíveis e preservação ambiental.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar