acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Ceará

Petrobras e UFC inauguram Laboratório de Corrosão no Nordeste

19/09/2011 | 09h28
Petrobras e UFC inauguram Laboratório de Corrosão no Nordeste
Petrobras e UFC inauguram Laboratório de Corrosão no Nordeste Petrobras e UFC inauguram Laboratório de Corrosão no Nordeste
Visando superar os desafios tecnológicos da produção e distribuição de óleo e gás, provenientes do reservatório do pré-sal, a Petrobras e a Universidade Federal do Ceará (UFC) inauguraram na última sexta-feira (16), no Campus do Pici da Universidade Federal do Ceará, o Laboratório de Corrosão do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da UFC, o primeiro desse porte na região Nordeste. O laboratório faz parte da Rede Temática de Tecnologia de Materiais e Controle de Corrosão da Petrobras, e recebeu investimento de R$ 2,7 milhões na sua implantação.

Na ocasião, Carlos Cunha, gerente de Materiais e Corrosão da Petrobras (Cenpes), ressaltou a importância da parceria entre Petrobras e Universidade. “A proximidade da Petrobras com as universidades do país reflete o momento em que a empresa está passando, nós não estaríamos onde estamos sem os investimentos que temos feito em pesquisa nas universidades”.

O reitor da Universidade federal do Ceará, professor Jesualdo Pereira Farias pontuou a credibilidade da parceria e garantiu resultados. “Em nenhum momento deixamos de ter apoio da Petrobras quando a procuramos, e acredito muito que teremos, em breve, um retorno positivo deste investimento”, afirmou Jesualdo.

Construído numa área de 1,472m² no campus da universidade, o laboratório irá se dedicar ao estudo da corrosão em equipamentos e estruturas metálicas, contribuindo fortemente com o setor produtivo nacional. Além disso, será importante ponto de apoio para as atividades da Petrobras na região Nordeste, através dos empreendimentos das refinarias Premium, no Pecém, e da Unidade de Operações do Rio Grande do Norte e Ceará (UO-RNCE).

A Petrobras investiu no período de 2006 a 2011 R$ 38,5 milhões na implantação de infraestrutura laboratorial e em projetos de pesquisa & desenvolvimento no estado do Ceará. Deste total, R$ 36 milhões foram destinados à Universidade Federal do Ceará (UFC).


Redes Temáticas

O modelo das Redes Temáticas foi criado pela Petrobras em 2006, voltado para o relacionamento com as universidades e institutos de pesquisas brasileiros. Hoje já são 50 redes operando em parceria com mais de 100 universidades e instituições de pesquisas de todo o Brasil, que, organizadas em redes temáticas coordenadas pelo Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), um dos maiores centros de pesquisas do mundo, desenvolvem soluções tecnológicas para os principais desafios da indústria de energia.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar