acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Biocombustíveis

Petrobras e JBIC assinam memorando de entendimento para novos projetos

05/03/2007 | 00h00

A Petrobras, representada pelo seu presidente, Sergio Gabrielli, dos diretores Paulo Roberto Costa, de Abastecimento, e Almir Barbassa, Financeiro e de Relações com Investidores, assinou nesta segunda-feira (5) pela manhã, um memorando de entendimento com o diretor executivo do JBIC (Japan Bank for International Cooperation), Hiroshi Saito, para avaliar a possibilidade de financiamento de projetos de biocombustíveis, em desenvolvimento pela estatal em associação com empresas japonesas, no Brasil e no exterior.

Os projetos avaliados incluem, sobretudo, a produção e a comercialização de etanol e biodiesel, mas abrangem bem projetos de geração de bioeletricidade a partir do bagaço de cana-de-açúcar e oportunidades de obtenção de créditos de carbono.

Parceria reforçada -

O diretor executivo do JBIC, Hiroshi Saito, disse que o objetivo do memorando é construir uma relação de cooperação visando futuras exportações para o Japão, além de estudos de empreendimentos para produção de biocombustível. “O Brasil é um dos maiores pólos de produção nesse seguimento, possuindo não só uma grande quantidade de áreas de produção, como também experiência e tecnologia de ponta, o que vem garantindo resultados positivos para o país”, disse Saito. “A Petrobras é um bom parceiro para o JBIC. Estamos juntos em vários projetos de exploração, construção e instalação de refinarias e outras estruturas”, lembrou.

O presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, disse que o memorando possui vários significados e aponta para novas formas de relação com o Japão. “A ocasião representa mais um passo para a consolidação da parceria a longo prazo entre a Petrobras e o JBIC, que já é nosso parceiro em vários projetos, como refinarias e gasodutos. O JBIC foi um parceiro importante da Petrobras na conquista da auto-suficiência. Foram US$ 6,5 bilhões em investimentos do final dos anos 90 para cá”, comentou.

Segundo Gabrielli, a iniciativa visa colocar a estatal na vanguarda e liderança na produção de biocombustíveis e garantir a possibilidade de um novo fornecedor de suprimentos para as demandas do Japão.



Fonte: Da Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar