acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
E&P

Petrobras e INA Group negociam associações na África e Oriente Médio

04/03/2005 | 00h00

A petroleira croata INA está em negociações com a Petrobras para explorar petróleo em terceiros países, especialmente na África e Oriente Médio, onde a empresa croata está estabelecida. A informação foi divulgada pelo ministro de Relações Internacionais da Croacia, Drazen Margeta, em reunião na Associação Cormercial do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (04/03).
O ministro croata também informou que seu país tem interesse em formar parcerias com o Brasil no setor naval. A indústria de construção naval croata é a quinta maior do mundo e tem capacidade para a construção de qualquer tipo de navio. "Embora possamos entregar a vocês os navios prontos, entendo que é objetivo do Brasil construir seus navios aqui e estamos abertos a vários formatos de acordo. Podemos nos associar a estaleiros brasileiros oferecendo know how", sugere Margeta.
No caso dos possíveis acordos com a Petrobras, o ministro explica que a empresa Crosco, que é a companhia de serviços da INA Group, tem expressiva reputação na Síria, Egito, Líbia, Angola, Namíbia e vários outros países oferecendo plataformas e equipamentos de exploração e produção de petróleo e gás natural. "Nesses países há empresas de vários países, porque Croacia e o Brasil, com Petrobras, não podem se associar e estar lá?", questiona.
Além dos investimentos e do intercâmbio tecnológico que Brasil e Croácia podem alcançar nos setores de energia, a Croácia também acena ao país com a possibilidade de desenvolvimento no setor de Comércio Exterior. "A Croácia pode ser uma ponte para o comércio com a Europa Central e o Leste Europeu. Nossos portos têm uma posição estratégica em relação a estes países, assim como o Rio de Janeiro, através do Porto de Sepetiba, poderá ter uma posição estratégica em relação ao Mercosul", analisa o Embaixador. 
O ministro informou, ainda, que em sua visita ao Ministério das Relações Internacionais brasileiro, em Brasília, aboliu-se a necessidade de visto entre os dois países. Segundo o representante da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Marco Pólo Moreira Leite, "está notícia é um grande passo para a aproximação entre os dois países."
O coordenador-geral das Câmaras de Comércio da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Marco Aurélio de Andrade informou que a Croacia está em negociação para a abertura de uma Câmara de Comércio na instituição, como já existem as da Plolônia e Romênia, além das representações comericais de todos os países da América do Sul e vários africanos.
Durante a reunião o subsecretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo, Alceu Mariano, abordou o tema da indústria naval brasileira, sua evolução e as oportunidades de investimento no setor. O subsecretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Henrique Rocha, falou sobre a atividade econômica do estado fluminense.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar