acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Rendimentos

Petrobras distribui R$ 1 bilhão em lucros

17/10/2006 | 00h00

A Petrobrás distribuiu no ano passado R$ 1 bilhão aos seus empregados como participação no maior lucro líquido de sua historia, de R$ 23,7 bilhões, conforme informou à Securities and Exchange Commission. Entre 1999 e 2005, a estatal distribuiu quase R$ 4 bilhões a seus funcionários, que eram 53.904 funcionários em dezembro último.

A Petrobras explica que, pelo seu plano estratégico para atrair novos funcionários e reter os antigos, oferece participação nos lucros sob determinados critérios. O montante é decidido pelo conselho de administração, e a distribuição é negociada com os sindicatos. Mas não pode passar de 25% do total proposto de dividendos para o ano.

É uma forma de estimular seus trabalhadores a se esforçarem para a companhia obter melhores resultados.

Em abril deste ano, uma reunião geral dos acionistas aprovou a distribuição de R$ 846 milhões para os empregados da Petrobras, e as subsidiárias por sua vez aprovaram distribuição de R$ 160 milhões, totalizando R$ 1 bilhão.

A contribuição da petrolífera para o fundo de pensão da empresa, conhecido como Petros, recebeu soma maior, de US$ 570 milhões no ano passado. A contribuição ao fundo que cobre 60,7% dos empregados do grupo, tinha sido de US$ 435 milhões em 2004.

Por sua vez, a Embraer informou à SEC que deu adicional aos empregados mesmo quando registrou perdas líquidas em 1996 e 1997 e não tinha plano de distribuição de lucros na época, somando R$ 4,7 milhões.

Em 1998, a empresa adotou o plano de distribuir uma fatia dos lucros para os empregados. Entre 1998 e 2005 foram pagos R$ 730 milhões.

Apenas em 2005, a Embraer distribuiu R$ 133,4 milhões em lucros para 14 mil funcionários, de um total de 16,9 mil. Para comparar, em 1998 a companhia tinha 6,7 mil funcionários, número que cresceu gradualmente e em setembro deste ano chegou a 18,3 mil.

Cada vez que paga dividendos aos acionistas, a Embraer também distribui aos empregados o equivalente a 25% dos dividendos. Mas pode dar um adicional de 5% para desempenhos excepcionais.

A AmBev dá uma idéia de como é a parte da distribuição de lucros entre diretoria e funcionários. Em 2001, de R$ 81,3 milhões distribuídos, US$ 20,2 milhões foram para os diretores executivos e R$ 61,1 milhões para os outros funcionários.

Pelo plano de participação de lucros, 60% dos funcionários podiam ser recompensados em 2005, dependendo do desempenho. As despesas com esses programas de incentivos alcançaram R$ 202,8 milhões no ano. Entre 2000 e 2004, a soma foi de R$ 436 milhões.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar