acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refino

Petrobras destinará US$ 220 mi até 2008 para nova refinaria

18/08/2004 | 00h00

A Petrobras reservou US$ 220 milhões em investimentos para uma nova refinaria até 2008. O valor representa 4% do volume de recursos que a estatal pretende aplicar na área de refino no período de 2004-2008.
A expectativa é que a nova refinaria, com capacidade de 150 mil a 200 mil barris por dia, entre em operação entre o fim de 2010 e o início de 2011. As informações foram fornecidas ontem por executivos da estatal depois de reunião do diretor financeiro da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, com analistas na Apimec.
A decisão de investimento terá de ser feita até 2007 para atender o prazo para a entrada em operação. O local onde será implantado e o parceiro da Petrobras no empreendimento ainda não foram divulgados.
A maior parcela dos investimentos em refino, mais de 40%, será destinada à melhoria da qualidade, como a quantidade de enxofre no óleo diesel. Outros 30% serão investidos em processos de conversão do petróleo pesado extraído no país para derivados leves.
O parque de refino brasileiro, montado até 1980 com a inaugurada da refinaria Henrique Lage (Revap), em São José dos Campos (SP), foi baseado no processamento de óleos leves, importados. Com as grandes descobertas de petróleo no Brasil feitas a partir de 1984, na bacia de Campos, a Petrobras passou, nos últimos anos, a gastar mais nos processos de conversão.
Do total de investimentos em refino, a Petrobras está gastando 2% para modernização da capacidade das refinarias existentes. As refinarias devem aumentar sua capacidade de produção em mais 250 mil barris por dia. Esse será o máximo que a estatal poderá extrair do atual parque de refino, que produz hoje ao redor de 1,6 milhão de barris por dia. A Petrobras espera utilizar 94% de sua capacidade de produção de refino em 2005.
A estatal calcula que o valor para investimentos na ampliação do atual parque gira em torno de US$ 1,5 mil a US$ 2 mil o barril, enquanto os recursos para a aplicação em uma nova refinaria - "green field" - saem por volta de US$ 15 mil a US$ 17 mil por barril.
A maior ampliação está sendo feita no Rio Grande do Sul, que terá uma capacidade adicional de 60 mil barris por dia. A ampliação da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), uma joint-venture entre a Petrobras e a espanhola Repsol, será inaugurada no primeiro semestre de 2005.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar