acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gabrielli

Petrobras descarta aumento de gasolina

22/03/2011 | 17h02
Durante palestra no evento UK Energy in Brazil 2011, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, descartou aumento da gasolina e da necessidade de se importá-la no curto prazo. Apesar disso, o executivo indicou que a elevação dos preços do petróleo facilitariam os investimentos da estatal.


Segundo Gabrielli não será preciso ainda reajustar os preços dos combustíveis vendidos pela Petrobras até que se tenha certeza de que o novo patamar de preços do petróleo internacional será estabilizado no médio prazo.


"Se o preço do petróleo se mantiver em torno da média de US$ 80 por barril, e não em US$ 115, como tem ficado atualmente, nós precisaríamos de US$ 17 bilhões de dinheiro novo para financiarmos nossos projetos. Não é um grande desafio para a Petrobras", aponta o executivo.


O presidente da Petrobras não quis comentar sobre as perspectivas de preços para o barril de petróleo no mercado internacional, afirmando que ainda não há um patamar definido. "A situação está ainda muito instável", informou.


Durante sua apresentação no evento, Gabrielli afirmou que os investimentos previstos pela Petrobras é baseado no patamar de preços do barril na casa dos US$ 80, com isso, há estimativa de captar no mercado US$ 70 bilhões em cinco anos. "O barril a US$ 80 nos deixa confortáveis para os nossos investimentos", disse. O executivo indicou ainda que qualquer valor acima disso reduziria a necessidade de investimentos, caso haja uma média estabelecida de um preço mais alto.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar