acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Finalista

Petrobras concorre em três categorias do Petroleum Economist Awards

24/07/2007 | 00h00
A Petrobras é finalista em três categorias do Petroleum Economist Awards, premiação anual da revista britânica que contempla as maiores organizações da indústria global de energia. A companhia concorre em três áreas: Programa de Relacionamento com Investidores, da área de RI, Educação Corporativa (Recursos Humanos) e um projeto da área de Saúde e Segurança, que mostra os avanços da companhia e a melhora dos indicadores da área.

A Petroleum Economist é a publicação oficial dos trabalhos do World Petroleum Council, Internacional Gas Union e World Energy Council, que promovem treinamentos para a indústria de óleo, gás e energia, reconhecida como a marca editorial mais respeitada da indústria do setor. Os vencedores serão anunciados em uma cerimônia em Londres, no dia 12 de setembro.

CASES

Recursos Humanos - O projeto reconhecido foi o "Programa de Formação Petrobras", da área de RH (Universidade Petrobras), que concorre na categoria "Melhor Programa Educacional para Jovens da Indústria de Energia". Neste quesito, a comissão julgadora avaliou os projetos inscritos por meio de cinco critérios: desenvolvimento de conteúdos para profissionais juniores, andamento do programa, atração de talentos, avaliação dos participantes, amplitude internacional e planos para o progresso e expansão do programa. Este é o segundo ano consecutivo que o projeto da área de Recursos Humanos da Petrobras é finalista do Prêmio.

Em 2006, 2.468 empregados recém-admitidos passaram pelas salas de aula da empresa. Já em 2007, somente até junho, foram 2.383 participações.

Relacionamento com Investidores (RI) - Concorre pelo segundo ano consecutivo como um dos cinco finalistas do Prêmio.

Em 2006, a Petrobras investiu no relacionamento com grupos específicos de investidores, explorando novos canais de interação com fundos de investimentos estrangeiros, investidores socialmente responsáveis e investidores individuais brasileiros. Iniciativas dedicadas a cada público-alvo foram desenvolvidas utilizando artigos em revistas, road shows no exterior, reuniões e campanhas de televisão. O resultado foi um crescimento de 20% na base de acionistas em 2006 e 76% de crescimento no número de acessos mensais ao site do RI.

A área de Relacionamento com Investidores promove visitas técnicas às instalações da Petrobras, incluindo unidades de produção onshore e offshore, refinarias e centro de pesquisa. Um tratamento diferenciado é dedicado aos investidores individuais, que contam o atendimento de uma equipe exclusiva, via telefone, carta, fax, e-mail ou pessoalmente. Para ampliar a base de Investidores Socialmente Responsáveis (ISR), são realizados road shows também exclusivos para esse público.

O programa de RI da Petrobras já foi reconhecido pelo mercado através de diversas premiações como IR Magazine Awards (IR Magazine), Melhor Programa de RI para Investidores Individuais (Instituto Brasileiro de Relacionamento com Investidores), entre outros.

Saúde, Segurança e Meio-Ambiente (SMS) - A implementação, a partir de 2000, do programa Pegaso (Programa de Excelência em Gestão Ambiental e Segurança Operacional), com expressivo investimento na integridade das instalações, seguido da implantação integrada das diretrizes corporativas de SMS em toda a companhia, com novos procedimentos, treinamentos, além da disseminação de práticas com foco no comportamento e o fortalecimento da governança de SMS, fizeram com que, nos últimos anos, a taxa de acidentes na Petrobras registrasse forte redução, atingindo valores abaixo da média do setor.

Em 2006, essa melhora de desempenho recebeu o reconhecimento de importantes entidades externas. A Petrobras passou a integrar o índice Dow Jones de Sustentabilidade, da Bolsa de Nova York, e o índice de Sustentabilidade Empresarial, da Bovespa, além de ter sido recomendada aos investidores do fundo Goldman Sachs, que consideram em suas decisões o modelo de gestão de SMS vigente na companhia.


Fonte: Assessoria Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar