acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Aquisição

Petrobras, Braskem e Grupo Ultra adquirem Grupo Ipiranga

19/03/2007 | 00h00

A Petrobras, Grupo Ultra e Braskem adquirem o Grupo Ipiranga no valor de cerca de US$ 4 bilhões. Os ativos petroquímicos da Ipiranga serão adquiridos por Petrobras e Braskem e a rede de postos por Petrobras e Grupo Ultra. A Refinaria Ipiranga, no Rio Grande do Sul, será controlada, em partes iguais por Petrobras, Grupo Ultra e Braskem.

A Petrobras investirá US$ 1,3 bilhão na compra de ativos da Ipiranga, a Braskem, US$ 1,1 bilhão e o Grupo Ultra fará a emissão de 52,8 milhões em ações.

A Ipiranga é a segunda maior distribuidora do país, atrás da Petrobras Distribuidora, e tem uma rede nacional de postos de 4.240 unidades, concentradas principalmente na região sul. Estes postos serão adquiridos pelo Grupo Ultra, enquanto a Petrobras ficará com os postos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Ao adquirir menor número de postos da Ipiranga, a Petrobras não chegará ao controle de mais de 50% do mercado.

Atualmente a Petrobras Distribuidora tem cerca de 30% do mercado nacional com uma rede de mais de 7 mil postos em todo o Brasil. O grupo Ultra continuará utilizando a marca Ipiranga, enquanto a Petrobras está autorizada a usar a marca gaúcha durante cinco anos.

No setor petroquímico, a Ipirganga tem uma capaciade de produção de 730 mil toneladas de resinas por ano e é líder no mercado de Polietileno de alta densidade, com aproximadamente 33% de participação no mercado. A área será adquirida por Petrobras e Braskem, com participaçõs de 40% e 60% do negócio respectivamente. A Ipiranga e a Braskem já compartilhavam o controle da Copesul, que terá o capital fechado durante a consolidação da aquisição.

A refinaria Ipiranga, no Rio Grande do Sul, tem capacidade de refino de 17 mil barris por dia e vem sofrendo prejuízos sistemáticos em função da defasagem dos preços de matérias-prima e derivados no mercado nacional.

A partir de agora refinaria terá controle compartilhado entre as três companhias do consórcio que adquiriu o grupo. Em nota, o consórcio informa que se compromete a manter a unidade funcionando.

O Grupo Ipiranga,obteve uma receita líqüida de R$ 30 bilhões, com Ebitda de R$ 1 bilhão e lucro líquido de R$ 534 milhões no ano passado.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar