acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Implantação

Petrobras assina convênio para monitorar a emissão de poluentes

14/06/2011 | 08h53
Nesta segunda-feira (13) o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, e o governador do estado da Bahia, Jaques Wagner, assinaram um convênio para implantação da medição de opacidade (fumaça preta) em veículos a diesel. A iniciativa faz parte do Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados de Petróleo e do Gás Natural (Conpet), um projeto vinculado ao Ministério de Minas de Energia e coordenado pela Petrobras.

 
A partir desta iniciativa, técnicos treinados pelo Conpet farão a análise periódica do nível de fumaça preta emitido pelo escapamento dos veículos e, quando necessário, indicarão ajustes para reduzir a emissão de fumaça preta. Os técnicos ainda orientarão os condutores sobre como obter um melhor rendimento mecânico do veículo e reduzir a emissão de poluentes. Além dos benefícios ao meio ambiente, com a redução do consumo de diesel, os motoristas diminuirão seus custos com combustível.

 
O gerente executivo de SMES da Petrobras, Ricardo Azevedo, contou que a princípio a medição seria feita apenas em Salvador, mas a Petrobras estendeu a ação a outros municípios baianos. “O monitoramento também será feito na região metropolitana de Salvador, nos municípios de Barreiras, Vitória da Conquista, Feira de Santana, Juazeiro e Ilhéus”, afirmou.

 
Na ocasião, a Petrobras também assinou um convênio com a prefeitura de Maragojipe (BA) para criação de um plano de desenvolvimento territorial do município. O presidente da Petrobras afirmou que Maragojipe deve receber grandes investimentos no setor naval e destacou a parceria de dez anos com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC) que permite a transferência de tecnologia para os estudos. “Essa parceria permite identificar os efeitos para a região que receberá grandes projetos. Já temos essa experiência em outros empreendimentos como a Refinaria Premium I, no Maranhão, e o Comperj, no Rio de Janeiro”, destacou.

 
O prefeito do município de Maragojipe, Silvio Ataliba, também esteve presente no evento para assinatura do convênio, que contou com a parceria da PUC-Rio e da Universidade Federal da Bahia – UFBA. O convênio prevê a criação de um plano de desenvolvimento territorial do município de Maragojipe, que indicará políticas para o desenvolvimento sustentável e para a expansão urbana e rural do município, promovendo o equilíbrio de uso e da intensidade de ocupação do solo. Maragojipe possui serviços de instalações marítimas da Petrobras e faixa de dutos ocupada pela companhia.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar