acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Combustíveis

Petrobras assina contratos de compra de biodiesel

03/02/2006 | 00h00

A Petrobras assinou nesta sexta-feira (03/02), contratos de compra de biodiesel com as empresas Agropalma, Granol, SoyMinas e Brasil Ecodiesel. Os contratos referem-se o primeiro leilão de biodiesel realizado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), em dezembro de 2005. O total contratado é de 65,3 milhões de litros por ano, que serão adicionados pelas distribuidoras ao diesel comercializado no Brasil. A aquisição deste lote representará para a Petrobras um custo total  estimado em R$ 50 milhões, e o produto deve ser entregue à Companhia até  31 de dezembro de 2006.

A Brasil Ecodiesel vai fornecer 35,4 milhões de litros por ano, a Agropalma assinou contratos para o fornecimento de 4,6 milhões de litros/ano, a Soy Minas vai fornecer outros 8,1 milhões de litros anualmente e a Granol vai fornecer 17 milhões de litros/ano. 

A solenidade ocorreu pela manhã,no Palácio do Planalto, em Brasília, econtou com as presenças do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dosMinistros de Minas e Energia, Silas Rondeau, e do Desenvenvolvimento  Agrário, Miguel Rosseto, do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, do diretor de Abastecimento, Paulo Roberto Costa,  do diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, e  de representantes das empresas fornecedoras.

Em nota à imprensa, a Petrobras afirma que a com esta aquisição a empresa antecipa-se à lei 11.097/05, que prevê a obrigatoriedade da adição de 2% de biodiesel ao óleo diesel comercializado no Brasil a partir de 2008.

"Os volumes contratados hoje marcam o inicio da  adição do novo combustível ao diesel para que até 2008 seja alcançado o  percentual estabelecido", se lê no comunicado.

A companhia também ressalta a importância social do combustível, uma vez que o biodiesel adquirido pela estatal é proveniente de empresas que tenham o selo "Combustível Social", que identifica produtores que promovem a inclusão social e o desenvolvimento social ao atender os critérios do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Segundo informa a Petrobras, as empresas fornecedoras são responsáveis pelo assentamento de 64.775 famílias em quatro estados brasileiros: 1.825 em Campinas/SP (Granol); 2.000 em Cássia/MG (Soy Minas); 200 em Belém/PA (Agropalma); e 60.750 em Floriano e Terezina/PI (Brasil Ecodiesel).



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar