acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
E&P

Petrobras arremata 53 blocos no Golfo do México Americano

19/08/2005 | 00h00

A Petrobras América, subsidiária da Petrobras nos Estados Unidos, arrematou 53 blocos na parte americana do Golfo do México, pelo valor total de US$ 30,1 milhões. A companhia apresentou ofertar para 57 blocos no leilão promovido pelo órgão regulador norte-americano, o Minerals Management Service. A Petrobras América prevê investir cerca de US$ 150 milhões neste ano e, até 2010, aproximadamente US$ 1,7 bilhão, objetivando atingir uma expectativa de produção superior a 100 mil barris de óleo equivalente por dia no início da próxima década.
Entre as principais conquistas da Petrobras no leilão, está participação de 100% em um conjunto de blocos de grande potencial de reservas. A subsidiária da estatal brasileira será a operadora nos oito blocos que compõem o conjunto. Três deles são em águas ultraprofundas, quatro na parte oeste do Golfo do México e um em águas profundas no quadrante Garden Banks.  Segundo a Petrobras, a inclusão deste novo bloco na carteira de projetos, no quadrante Garden Banks, permitirá maior sinergia através do desenvolvimento da produção das futuras descobertas de forma conjunta.
Outro conjunto de blocos arrematados pela subsidiária da estatal brasileira está próximo à descoberta de Cottonwood, situada no bloco GB 244, em águas de cerca de 700 metros de profundidade. Em Cottonwood está sendo perfurado o primeiro poço operado pela Petrobras em águas profundas no Golfo do México. Dependendo dos resultados deste poço, o início de produção poderá ocorrer ainda em 2007.
Em nota, a companhia informa que os investimentos da Petrobras na região foram estimulados pelos excelentes resultados obtidos no Golfo do México, onde a Companhia utiliza, com absoluto sucesso, sua tecnologia em águas profundas. No Plano Estratégico da Petrobras, a exploração em águas profundas e ultraprofundas no setor americano do Golfo do México figura entre as prioridades da atuação da companhia fora do Brasil.
Com a participação no atual leilão, a Petrobras América consolida sua posição entre os líderes nas atividades de exploração nas águas ultraprofundas do Golfo do México americano, onde está associada a gigantes da indústria petrolífera mundial, com participações em três das maiores descobertas já realizadas naquela região, além de um campo já em produção.
O atual leilão permitiu a ampliação de participação da Petrobras em outra área de interesse, a região situada no extremo oeste do Golfo do México americano, nos quadrantes Corpus Christi, Padre Island e Mustang Island. A Companhia elegeu  esses quadrantes como prioritários, com uma visão diferenciada sobre as perspectivas geológicas, onde ocorrem estruturas ainda não testadas que, potencialmente, podem conter grandes reservas de óleo ou gás. A perfuração dos primeiros poços nesta região está planejada para o próximo ano.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar