acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Petrobras aprova contratação para 1º lote de sondas

14/02/2011 | 10h27
Petrobras aprova contratação para 1º lote de sondas
Petrobras aprova contratação para 1º lote de sondas Petrobras aprova contratação para 1º lote de sondas
A Petrobras informou que aprovou a contratação para construção e afretamento do primeiro lote de sete sondas a serem construídas no Brasil. O vencedor do contrato e construção foi o Estaleiro Atlântico Sul (EAS), localizado no Estado de Pernambuco. O valor do lote foi de US$ 4,637 bilhões, o que corresponde, segundo a estatal, a uma redução de US$ 13 milhões em relação à proposta original, e preço unitário de US$ 662,4 milhões. A previsão de entrada em operação da primeira sonda é 2015.
 
 
Este foi o primeiro pacote integrante de um total de 28 unidades de perfuração marítima, para atendimento ao programa de perfuração de longo prazo da Petrobras. De acordo com a Petrobras, o preço vencedor foi de US$ 4,6 bilhões (cerca de US$ 662 milhões por sonda). As sondas serão utilizadas prioritariamente em poços no Pré-Sal. A previsão de entrada em operação é 2015. As demais 21 sondas também serão produzidas no País.
 
 
 
O próximo passo para oficialização do negócio será a assinatura do contrato que será firmado entre a Sete Brasil S.A (Sete BR) e o EAS. A Sete BR é uma empresa constituída pelo Fundo de Investimentos em Participações - FIP Sondas, gerido pela Caixa Econômica Federal (CEF), que detém 90% da empresa e terá como quotistas investidores de mercado, incluindo fundos de pensão e bancos de investimentos brasileiros. A Petrobras deterá 10% das ações.
 
 
 
Para a construção, a previsão é de abertura de 32 mil postos de trabalho, diretos e indiretos, em oito anos. Na fase de operação, serão 10 mil empregos (diretos e indiretos), para 10 anos.
 
 
 
Atualmente, o Estaleiro conta com cerca de 5,2 mil funcionários. A carteira atual do EAS é integrada por 22 navios petroleiros (14 do tipo Suezmax e 8 Aframax), sete navios sondas e um casco de plataforma (a P-55, da Petrobras). Ocupando uma área de 160 hectares, a planta tem capacidade instalada de processamento da ordem de 160 mil toneladas de aço por ano. Recentemente, a Petrobras decidiu cancelar licitação em curso destinada à contratação de até duas sondas de perfuração em função dos preços apresentados, não-vantajosos.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar