acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Petrobras apresenta principais resultados de 2014 na área de tecnologia

25/09/2015 | 13h53
Petrobras apresenta principais resultados de 2014 na área de tecnologia
Agência Petrobras Agência Petrobras

 

Soluções tecnológicas que garantiram inovação e ganhos de produtividade são os destaques do Relatório de Tecnologia Petrobras 2014. O documento, divulgado pela Petrobras nesta terça-feira, 21 de setembro, elenca projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) desenvolvidos pelo Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), em articulação com as áreas de negócio da empresa. Ao longo do ano passado, a Petrobras investiu US$ 1,1 bilhão em Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), montante que a posiciona entre as maiores empresas investidoras em pesquisa na área de energia no mundo. Entre 2012 e 2014, o total investido pela empresa na área de pesquisa e tecnologia chegou a US$ 3,4 bilhões. Em 2014, para o desenvolvimento dos projetos, o Cenpes atuou em parceria com cerca de 100 universidades e centros de pesquisa brasileiros, e 35 no exterior. Em dezembro de 2014, encontravam-se vigentes 808 termos de cooperação com instituições de pesquisa no Brasil e 32 com instituições do exterior.
Em 2014, foram desenvolvidos 918 projetos de P&D e mais de 4 mil assistências técnicas e científicas (consultorias prestadas por técnicos do Cenpes para as áreas de negócio da companhia). No Brasil, foram solicitadas 61 patentes e concedidas 28, no mundo foram 34 patentes pedidas e 38 concedidas.
Inovação premiada
As 10 inovações tecnológicas do pré-sal premiadas em 2015 pelo comitê da Offshore Technology Conference (OTC) - evento mais importante da indústria do petróleo - são apresentadas no relatório. Elas contribuíram para a conquista de sucessivos recordes de produção do pré-sal, o mais recente sendo 865 mil barris por dia (bpd), alcançado em julho desse ano. Uma das tecnologias premiadas pela OTC é a boia de sustentação de riser (dutos). Trata-se de um equipamento de aço que fica submerso a uma profundidade de 250 metros no oceano. A boia interliga dutos instalados nos poços de petróleo aos navios-plataformas, fazendo com que os movimentos das plataformas não sejam transmitidos aos risers. Com isso, é reduzido o esforço sobre os dutos, aumentando a vida útil do equipamento. O início de produção no campo de Sapinhoá com sistema de produção baseado no uso da boia de sustentação de riser em 2014 é um dos destaques dos resultados de tecnologia de Exploração e Produção apresentados no Relatório.
Além de outros destaques da área de Exploração e Produção, o relatório traz também projetos nas áreas de Abastecimento, Gás e Energia, Biocombustíveis e Sustentabilidade. Na área de Abastecimento, por exemplo, é apresentado o óleo de transmissão desenvolvido pela Petrobras para os carros da equipe Williams, da Fórmula 1, utilizado pela escuderia inglesa em sete grandes prêmios em 2014. Outro resultado apresentado, na área de Sustentabilidade, refere-se aos estudos de caracterização e monitoramento do ambiente marinho, que aprimoram a gestão ambiental da Petrobras em suas áreas de atuação.
O Relatório de Tecnologia Petrobras 2014 está disponível no site: www.petrobras.com.br/relatoriodetecnologia.

Soluções tecnológicas que garantiram inovação e ganhos de produtividade são os destaques do Relatório de Tecnologia Petrobras 2014. O documento, divulgado pela Petrobras nesta terça-feira, 21 de setembro, elenca projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) desenvolvidos pelo Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), em articulação com as áreas de negócio da empresa.

Ao longo do ano passado, a Petrobras investiu US$ 1,1 bilhão em Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), montante que a posiciona entre as maiores empresas investidoras em pesquisa na área de energia no mundo. Entre 2012 e 2014, o total investido pela empresa na área de pesquisa e tecnologia chegou a US$ 3,4 bilhões. Em 2014, para o desenvolvimento dos projetos, o Cenpes atuou em parceria com cerca de 100 universidades e centros de pesquisa brasileiros, e 35 no exterior. Em dezembro de 2014, encontravam-se vigentes 808 termos de cooperação com instituições de pesquisa no Brasil e 32 com instituições do exterior.

Em 2014, foram desenvolvidos 918 projetos de P&D e mais de 4 mil assistências técnicas e científicas (consultorias prestadas por técnicos do Cenpes para as áreas de negócio da companhia). No Brasil, foram solicitadas 61 patentes e concedidas 28, no mundo foram 34 patentes pedidas e 38 concedidas.

Inovação premiada

As 10 inovações tecnológicas do pré-sal premiadas em 2015 pelo comitê da Offshore Technology Conference (OTC) - evento mais importante da indústria do petróleo - são apresentadas no relatório. Elas contribuíram para a conquista de sucessivos recordes de produção do pré-sal, o mais recente sendo 865 mil barris por dia (bpd), alcançado em julho desse ano.

Uma das tecnologias premiadas pela OTC é a boia de sustentação de riser (dutos). Trata-se de um equipamento de aço que fica submerso a uma profundidade de 250 metros no oceano. A boia interliga dutos instalados nos poços de petróleo aos navios-plataformas, fazendo com que os movimentos das plataformas não sejam transmitidos aos risers. Com isso, é reduzido o esforço sobre os dutos, aumentando a vida útil do equipamento.

O início de produção no campo de Sapinhoá com sistema de produção baseado no uso da boia de sustentação de riser em 2014 é um dos destaques dos resultados de tecnologia de Exploração e Produção apresentados no Relatório.

Além de outros destaques da área de Exploração e Produção, o relatório traz também projetos nas áreas de Abastecimento, Gás e Energia, Biocombustíveis e Sustentabilidade. Na área de Abastecimento, por exemplo, é apresentado o óleo de transmissão desenvolvido pela Petrobras para os carros da equipe Williams, da Fórmula 1, utilizado pela escuderia inglesa em sete grandes prêmios em 2014.

Outro resultado apresentado, na área de Sustentabilidade, refere-se aos estudos de caracterização e monitoramento do ambiente marinho, que aprimoram a gestão ambiental da Petrobras em suas áreas de atuação.O Relatório de Tecnologia Petrobras 2014 está disponível no site: www.petrobras.com.br/relatoriodetecnologia.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar