acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Petrobras apresenta mecanismos de financiamentos à Cadeia de Suprimentos

10/08/2012 | 09h59

 

O incentivo para que o empresariado participe da fase de crescimento das atividades de petróleo, gás e naval foi a tônica da palestra que o gerente geral de Gestão Financeira de Projetos Especiais da Petrobras, Roberto Alfradique Vieira de Macedo, fez na noite da última quarta-feira (8), no Equipaindustria Itajaí 2012 - o maior evento de petróleo e gás natural do Sul do país. Na ocasião, o executivo apresentou os mecanismos de financiamento hoje disponíveis para a cadeia de suprimentos da companhia, e ressaltou o assunto como de interesse não só para empresas que já atendem à Petrobras, como também para aquelas que pretendem se tornar fornecedoras.
Alfradique destacou o Programa Progredir como uma das alternativas para fornecedores e subfornecedores conseguirem linhas de créditos e financiamentos. Disse que o Programa, que foi elaborado para que as empresas que integram a cadeia de suprimentos da Petrobras obtenham empréstimos junto aos bancos parceiros, com base nos contratos de fornecimento de bens e serviços assinados com a companhia, vem incorporando novas facilidades, como forma de se tornar mais abrangente.
Como exemplo, mencionou que, a partir deste mês, os novos contratos dos fornecedores da Petrobras estão sendo cadastrados automaticamente no portal do Progredir, como forma de dar mais agilidade às solicitações de financiamento. Após o envio do pedido pelo Portal Progredir, o crédito pode ser liberado pelo banco parceiro à empresa solicitante em sete dias úteis, em média. Lançado em junho de 2011, o programa viabilizou, até o momento, R$ 2,9 bilhões em empréstimos. Foram realizadas 602 operações, envolvendo 311 empresas de 21 estados de todas as regiões do Brasil.
Além do Progredir, o executivo enfatizou outra grande linha de crédito, o Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC). Os FIDCs são fundos estruturados junto ao mercado de capitais brasileiro e têm a função de antecipar ao fornecedor da Petrobras recebíveis contratuais. Na prática, equivale a um financiamento, antes da execução do contrato, concedido pelo fundo, que capta recursos no mercado e os repassa.
A Equipaindustria deve receber, nos quatro dias de sua realização, de 8 a 10 mil pessoas ligadas ao mercado de petróleo e gás, com potencial para gerar R$ 50 milhões em negócios.

O incentivo para que o empresariado participe da fase de crescimento das atividades de petróleo, gás e naval foi a tônica da palestra que o gerente geral de Gestão Financeira de Projetos Especiais da Petrobras, Roberto Alfradique Vieira de Macedo, fez na noite da última quarta-feira (8), no Equipaindustria Itajaí 2012 - o maior evento de petróleo e gás natural do Sul do país. Na ocasião, o executivo apresentou os mecanismos de financiamento hoje disponíveis para a cadeia de suprimentos da companhia, e ressaltou o assunto como de interesse não só para empresas que já atendem à Petrobras, como também para aquelas que pretendem se tornar fornecedoras.


Alfradique destacou o Programa Progredir como uma das alternativas para fornecedores e subfornecedores conseguirem linhas de créditos e financiamentos. Disse que o Programa, que foi elaborado para que as empresas que integram a cadeia de suprimentos da Petrobras obtenham empréstimos junto aos bancos parceiros, com base nos contratos de fornecimento de bens e serviços assinados com a companhia, vem incorporando novas facilidades, como forma de se tornar mais abrangente.


Como exemplo, mencionou que, a partir deste mês, os novos contratos dos fornecedores da Petrobras estão sendo cadastrados automaticamente no portal do Progredir, como forma de dar mais agilidade às solicitações de financiamento. Após o envio do pedido pelo Portal Progredir, o crédito pode ser liberado pelo banco parceiro à empresa solicitante em sete dias úteis, em média. Lançado em junho de 2011, o programa viabilizou, até o momento, R$ 2,9 bilhões em empréstimos. Foram realizadas 602 operações, envolvendo 311 empresas de 21 estados de todas as regiões do Brasil.


Além do Progredir, o executivo enfatizou outra grande linha de crédito, o Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC). Os FIDCs são fundos estruturados junto ao mercado de capitais brasileiro e têm a função de antecipar ao fornecedor da Petrobras recebíveis contratuais. Na prática, equivale a um financiamento, antes da execução do contrato, concedido pelo fundo, que capta recursos no mercado e os repassa.


A Equipaindustria deve receber, nos quatro dias de sua realização, de 8 a 10 mil pessoas ligadas ao mercado de petróleo e gás, com potencial para gerar R$ 50 milhões em negócios.

 



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar