acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
2008 - 2012

Petrobras anuncia Plano de Negócios de US$ 112,4 bilhões

14/08/2007 | 00h00
Na mesma ocasião, os diretores da estatal abordaram aspectos do Plano Estratégico 2020, que estabece os objetivos corporativos da companhia a longo prazo, com ênfase no crescimento da produção e das reservas de petróleo e gás de forma sustentável; na expansão da ação integrada em refino, comercialização, logística e distribuição com foco na Bacia do Atlântico; e ampliação da atuação em petroquímica no Brasil e na América do Sul.

Além disso, preconiza o desenvolvimento do mercado brasileiro de gás natural e o reforço na atuação global na comercialização e logística de biocombustíveis, com o objetivo de liderar a produção nacional de biodiesel e ampliar a participação da companhia no negócio do etanol.

Na entrevista Sérgio Gabrielli deixou claro que, para alcançar o objetivo de se transformar numa das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo, a Petrobras terá que enfrentar novos desafios, que incluem a busca de maior eficiência com relação a prazos e custos na implantação de novos projetos; gestão de estoques, redução de custos operacionais e administrativos e gestão do portfólio.

Gabrielli lembrou ainda que este esforço também exigirá uma posição de referência
internacional em gestão de pessoal e responsabilidade social, excelência na redução de emissão de gases do efeito estufa nos processos e produtos, de modo a contribuir para a sustentabilidade do negócio; e a liderança em tecnologias que contribuam para o crescimento da empresa nas indústrias de petróleo, gás natural, petroquímica e biocombustíveis.

Metas

O Plano de Negócios prevê investimentos de US$ 112,4 bilhões até 2012, representando uma média de US$ 22,5 bilhões por ano. Do montante anunciado US$ 97,4 bilhões serão investidos no Brasil (87%) e US$ 15 bilhões (13%) no exterior, o que significa um crescimento de 29% em relação ao plano anterior.

Dos investimentos internos destacam-se o crescimento nos segmentos de Exploração e Produção (32%), Downstream (35%) e Petroquímica (30%), além de maior ênfase nos biocombustíveis, que receberão US$ 1,5 bilhão. Na área internacional a companhia planeja investir principalmente na área de Exploração e Produção, com foco na América Latina, Oeste da África e Golfo do México.

Quanto às metas de produção de petróleo e gás no país o plano estabelece 3 milhões e 58 mil barris/dia de óleo equivalente (boed) em 2012 e 3 milhões 455 mil em 2015. Com a preocupação de manter o equilíbrio entre o crescimento da produção e a capacidade das refinarias do país, no refino o plano estabelece como meta para 2012 o processamento de 2 milhões e 61 mil barris/dia (bpd), com 90% de participação de óleo nacional.

As metas para a área internacional também refletem o esforço pelo crescimento integrado da companhia, com estimativas de produção de 436 mil boed de óleo e gás em 2012 e o processamento de 348 mil bpd nas refinarias operadas pela empresa no exterior. Dessa forma a estimativa da produção total da Petrobras no país e no exterior para 2012 foi revisada para 3 milhões 494 mil barris diários e a meta para 2015 fixada em 4 milhões 153 mil boed.

Fonte: Da redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar