acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Decisão

Petrobras anuncia novos presidente e diretores

06/02/2015 | 11h24
Petrobras anuncia novos presidente e diretores
Valter Campanato / Agência Brasil Valter Campanato / Agência Brasil

A Petrobras informa que seu Conselho de Administração, em reunião realizada hoje (06/02), aprovou, por maioria, a eleição de Aldemir Bendine para ocupar o cargo de presidente da Petrobras, em substituição à atual presidente, Maria das Graças Silva Foster.

Graça Foster também está se desligando do Conselho de Administração da Companhia, que elegeu Aldemir Bendine como novo conselheiro. Essa eleição, conforme dispõem a Lei das Sociedades Anônimas e o Estatuto Social da Petrobras, é válida até a próxima Assembleia Geral de Acionistas.

Aldemir Bendine era presidente e membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil. É graduado em Administração de Empresas pela PUC-Rio, com MBA em Finanças e em Formação Geral para Altos Executivos.

O Conselho de Administração também elegeu, por maioria, Ivan de Souza Monteiro como diretor Financeiro e de Relacionamento com Investidores, em substituição a Almir Guilherme Barbassa. Ivan Monteiro era vice-presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores do Banco do Brasil, desde junho de 2009, onde já havia ocupado cargos de diretor Comercial, vice-presidente de Finanças, Mercado de Capitais e Relações com Investidores, além de presidente do Conselho de Supervisão da BB AG. É graduado em Engenharia Eletrônica e Telecomunicações pela INATEL-MG, com MBA em Finanças e Gestão.
Além disso, foram eleitos, por maioria, para exercerem interinamente a função de diretor os seguintes executivos:

- A atual gerente executiva de Exploração e Produção Corporativa, Solange da Silva Guedes, como diretora de Exploração e Produção, em substituição a José Miranda Formigli Filho. Solange Guedes é doutora em Engenharia de Petróleo, com experiência de 30 anos na Petrobras, onde já ocupou diversas posições gerenciais, todas relacionadas à área de Exploração e Produção.

- O atual gerente executivo de Logística do Abastecimento, Jorge Celestino Ramos, como diretor de Abastecimento, em substituição ao diretor José Carlos Cosenza. Jorge Celestino é formado em Engenharia Química pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e em Engenharia de Processamento de Petróleo pelo CENPRO, com especialização em Tecnologia de Produção de Álcool pela COPPE/UFRJ e MBA em Administração e Marketing. Trabalha há 32 anos na Petrobras onde já ocupou diversas posições gerenciais na área de Abastecimento e na Petrobras Distribuidora.

- O atual gerente executivo de Gás e Energia Corporativo, Hugo Repsold Júnior, como diretor de Gás e Energia, em substituição a José Alcides Santoro Martins. Hugo Repsold é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Economia, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e é mestre em Planejamento Energético pelo Programa de Planejamento Energético da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe / PPE / UFRJ). Trabalha há 30 anos na companhia, onde já ocupou diversas posições gerenciais nas áreas de Exploração e Produção, Estratégia e Desempenho Empresarial e Gás e Energia.

- O atual gerente executivo de Engenharia para Empreendimentos Submarinos, Roberto Moro, como diretor de Engenharia, Tecnologia e Materiais em substituição a José Antônio de Figueiredo. Roberto Moro é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Gama Filho, com especialização em Gerenciamento de Projetos. Trabalha há 33 anos na Petrobras onde já ocupou diversas posições gerenciais na área de Engenharia.

A Petrobras agradece à presidente e conselheira Graça Foster e aos diretores Almir Barbassa, José Formigli, José Cosenza, José Alcides Santoro e José Antônio de Figueiredo pela competência técnica, o profissionalismo e a dedicação no exercício desses cargos.

O mercado já sinalizou a sua insatisfação com a escolha do novo presidente: as ações da Petrobras cairam 8%.

Renúncia

O entendimento firmado em Brasília entre a presidente Dilma Rousseff e Graça Foster de que ela deixaria a presidência da Petrobras em março não agradou a cúpula de diretores da companhia que, contrariada, decidiu debandar, comprometendo a análise do balanço da empresa. O governo foi pego de surpresa e teve que decidir de supetão o novo presidente da companhia, os cinco diretores, assim como o comando do conselho de administração.

Com a desmoralização da Petrobras, Graça foi sendo enfraquecida até perder a legitimidade do comando da estatal. Cinco diretores anteciparam a sua saída: o diretor Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Almir Guilherme Barbassa, o diretor de Exploração e Produção, José Miranda Formigli, o diretor de Abastecimento, José Carlos Cosenza, o diretor de Gás e Energia, José Alcides Santoro, e o diretor de Engenharia, Tecnologia e Materiais, José Antônio de Figueiredo.



Fonte: Redação TN Petróleo com Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar