acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
E&P

Petrobras América arremata dez blocos exploratórios no Golfo do México

21/03/2006 | 00h00

A Petrobras América Inc., subsidiária da Petrobras com base em Houston, Texas, arrematou dez blocos no setor central do Golfo do México americano,  em leilão promovido pelo Minerals Management Service, órgão regulador dos Estados Unidos.

A companhia apresentou ofertas para 17 blocos, tendo sido a maior e venceu a licitação em dez deles, com um investimento total de US$ 22,3 milhões. Entre os dez blocos, quatro são em águas ultraprofundas.

A estatal ressalta que com este resultado reforça sua posição como um dos  líderes na exploração em águas ultraprofundas do Golfo do México americano, onde já detém participação em três das maiores descobertas realizadas na região, atualmente em fase de delimitação. Além desdes prospectos, a companhia ainda atua em outros blocos com grande potencial para novas descobertas.

Em nota, a Petrobras relembra que paralelamente, a Petrobras América está desenvolvendo o campo de Cottonwood, situado no bloco Garden Banks 244, em águas de cerca de 700 metros de profundidade, do qual é operadora com 80% de participação. "O início de produção deste campo de gás, o primeiro desenvolvido pela companhia como operadora em águas profundas no Golfo do México, está previsto para o primeiro trimestre de 2007", informa a empresa.

Ainda no Golfo do México, a companhia vem aplicando conceitos exploratórios inovadores na região situada no extremo oeste americano, nos quadrantes  Corpus Christi, Padre Island e Mustang Island,com possibilidade de grandes  descobertas de óleo. E pretende, após a conclusão de estudos mais detalhados, em andamento, perfurar os primeiros poços já a partir do segundo semestre deste ano.

Outra região onde a companhia está testando novos conceitos exploratórios é a área de águas rasas, onde estão sendo perfurados poços que atravessarão zonas de altas temperaturas e pressões, com expectativas bastante positivas, tendo em vista o potencial para descoberta de grandes reservas, existência de infra-estrutura para processamento e escoamento e alta demanda de gás no mercado local.

Ainda segundo o informa da Petrobras, a subsidiária Petrobras América Inc. prevê investir, neste ano, cerca de US$ 305 milhões e, até 2010, aproximadamente US$ 1,5 bilhão no segmento de exploração e desenvolvimento da produção de óleo e gás.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar